2.4.09 | Autor: Maria Augusta

Photobucket

Mais de quinhentos anos depois que Cristóvão Colombo chegou à América e 40 anos depois que os americanos fincaram sua bandeira na Lua, é a vez dos russos realizarem sua proeza : colocaram uma bandeira de titânio a 4261 m, nas profundezas abissais do Mar Ártico, para marcar aquele território como seu...uma nova corrida começou, desta vez não é em direção ao "far west", mas ao "far north". E esta febre de conquista desta região não é exclusiva dos russos. Os habitantes da Groenlândia estão pleiteando sua independência da Dinamarca, os canadenses criaram uma base militar na ilha de Cornwallis, os noruegueses, os americanos, enfim os paises que são "banhados" pelo Ártico, tentam reforçar sua presença na região. Até a União Européia está procurando meios de se "posicionar" no Polo Norte.

PhotobucketMas porque será, não é mesmo? Todo estes povos estão querendo ir lá para ajudar Papai Noel? Non, non, non, non, o que acontece é que nesta região existe uma imensa reserva petrolífera e 20% das reservas energéticas da Terra, além de urânio, prata, ouro, zinco, chumbo e outras riquezas minerais que até agora eram inacessíveis devido à presença da calota polar. E com o aquecimento climático a calota regrediu de 7,5 milhões de quilômetros quadrados a 4,1 milhões de quilômetros quadrados entre 1987 e 2007, e a fusão se acelera de tal forma que se estima que antes do final deste século (alguns esperam o fenômeno para antes, por volta de 2013) ela não existirá mais no verão. Este fenômeno poderia conduzir mesmo à abertura de uma nova rota marítima comercial pelo norte nesta estação, que economizaria milhares de km de percurso aos navios que passam entre o Atlântico e o Pacífico e serviria para, entre outras coisas, evacuar o petróleo que seria produzido na região!


PhotobucketAgora, o outro lado da moeda são as consequências do aquecimento climático para os habitantes, a fauna e a flora da região. Os habitantes que viviam da caça e da pesca artesanais estão percebendo que esta ficando cada vez mais difícil encontrar suas presas. Para alcançá-las eles assumem riscos sobre as camadas de gelo que estão se tornando menos espessas e ameaçam de se quebrar. Os ursos brancos com o diminuição gradual da "banquise" estão vendo seu terreno de caça invernal desaparecer, o que já acarretou a morte de vários deles. As focas também estão sofrendo com esta redução de seu habitat de reprodução. Quanto aos pastores nômades, a mudança climática perturba suas atividades, pois tem havido mais neve nos invernos porém com as variações bruscas de temperatura esta forma uma camada de gelo que impede os animais herbívoros de alcançar o lichen com o qual se alimentam. O resultado é que as populações, sem seus meios tradicionais de subsistência começam a se aglutinar nas cidades, sem grandes perspectivas de encontrar trabalho.

PhotobucketAlém disso, apesar do fato deste degelo da calota polar ártica não conduzir ao aumento do volume dos oceanos, ele contribui para o aumento do efeito estufa pois há uma redução da superficie gelada que reflete a luz do sol (albedo) e "freia" o aquecimento.

Refletindo sobre a situação, os combustíveis fósseis contribuiram para provocar o aquecimento climático o qual por sua vez provocou a degelo do Ártico que acelerou o aquecimento climático num círculo vicioso infernal. Podem os seres humanos usar as próprias consequências deste efeito para ir procurar mais petróleo o qual vai gerar mais CO2, intensificando ainda mais o problema, comprometendo assim as condições de vida das gerações futuras? Não é uma coisa insensata? Mas...Yes, we can...e salve-se quem puder!




Este post faz parte da blogagem coletiva "Ecological Day" promovida pela Sonia do "Leituras" e pela Elma do "Caliandra do Cerrado" que ocorre no segundo dia de cada mês. Participe!

Photobucket


Categoria: , |
You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0 feed. You can leave a response, or trackback from your own site.

14 comentários :

On 2 de abril de 2009 12:58 , Selena Sartorelo disse...

Olá Maria Augusta,

Quando questiono e procuro entender essas atitudes é como se estivesse procurando uma agulha num palheiro...
O homem ( mas que homem é esse? eu, você?) é sim insensato, irresponsável, egoista.
Clama por um poder, um progresso absurdo, desvaloriza a própria existência e apropria-se indevidamente da natureza. Causa maleficios irreversiveis e ainda insiste que é para um outro bem...Não mede as consequencias futuras...sem romantismo. O homem torna-se cada vez mais uma figura triste e primitiva que ao invez de evoluir faz o caminho inverso.Ah! em nome do que tanta destruição...?
Acho que não teremos gerações futuras que possam responder á isso...

beijos,

 
On 2 de abril de 2009 14:33 , acqua disse...

Juro que notícias como essas me deixam desanimadas. Até onde iremos? Será que não limites para a ganância dessa espécie. O que estamos esperando? Será que queremos chegar no último momento e dizer "apaguem a luz, acabou!"?????
E tudo isso por causa do maldito ouro negro. E a natureza, a vida que se dane.
Abraços carissima

 
On 2 de abril de 2009 14:46 , sonia a. mascaro disse...

Maria Augusta, muito importante estas informações a respeito da corrida ao petróleo. Já podemos esperar graves consequências em relação ao aquecimento climático, a fauna e a flora da região. Onde é que vamos parar? É mesmo assustador...

Excelente, como sempre, a sua participação no Ecological Day. Obrigada!
Beijos.

 
On 2 de abril de 2009 15:32 , jugioli disse...

Adoro suas pesquisas, elas possuem a preocupação de uma mulher muito sensível e culta como você, obrigado por trazer esse tema.

@dis-cursos

 
On 2 de abril de 2009 15:58 , Marco disse...

Bom dia, tenho lido bastante a respeito disso tudo e sempre me lembro das aulas com um antigo professor que deixavam bem claro que as reservas de petróleo não durariam para sempre e agora penso, o que acabará primeiro? As reservas ou o nosso planeta?

 
On 2 de abril de 2009 18:15 , Meire disse...

Quanta ganancia|

 
On 2 de abril de 2009 20:27 , Georgia disse...

Maria Augusta, é triste que esse quadro está caminhando a passos largos para o degelo. A mim nao me parece que eles estejam com medo de alguma coisa. Será que eles pensam que sao Deus?

Eu só sei que o desequilíbrio ambiental tem sido em vários pontos diferentes: Mar, degelo, queimadas, árvores sendo arrancadas e outras coisa mais que nem tomamos conhecimento.

Um ótimo tema.

Um beijo e boa noite

 
On 2 de abril de 2009 23:12 , Elma Carneiro disse...

Olá Maria Augusta, logo vi que está de casa nova numa aparência super clean, e como sempre com suas inteligentes e ricas postagens.
Que maravilha o seu cabeçalho.
Obrigada por estar sempre conosco nessa coletiva do Ecological Day e obrigada também por seu comentário no Caliandra.
É sempre um prazer recebe-la.
Beijos de Goiás.

 
On 2 de abril de 2009 23:18 , Elma Carneiro disse...

Vou linkar seu lindo espaço, pois será honroso para mim, tê-lo em minha lista no Caliandra e também em meu Espaço das Artes
Bjs

 
On 3 de abril de 2009 00:42 , Lino disse...

Devíamos ser os responsáveis por preservar o planeta, não destrui-lo. De que vale tudo se amanhã não teremos nada. Como ficará a terra? Certamente ela vai reagir.

 
On 3 de abril de 2009 03:42 , €ster disse...

Uauu!!!

Que super blog vc tem aqui!!
Gostei muito de conhecer seu espaço,

Apesar de causar um certo mal estar essa notícias de degelo da calota polar, a política que manipula e envolve tantos interesses egoístas, vejo
que coletivas como esta
é uma excelente foram de conscientização

excelente postagem para a coletiva!


bjs,

 
On 3 de abril de 2009 08:35 , Maria Augusta disse...

Amigos, obrigada pelos comentários. Trouxe este assunto porque acho alucinante que se use os efeitos do aquecimento climático para acelerá-lo ainda mais, devido ao lucro imediato.
Mas como vocês tão bem disseram temos tantos outros exemplos, é de arrepiar.
Um abração para todos.

 
On 3 de abril de 2009 16:36 , disse...

Money, money, money, money,...como já cantava Liza...
Como sempre suas postagens são de grande sensibilidade...Fora o que se aprende...Bjs

 
On 12 de abril de 2009 07:10 , Mírian Mondon disse...

Olá Maria Augusta! So hoje pude visita-la pois meu pc foi atacado por um virus exatamente no dia da blogagem coletiva.
Foi um prazer conhecer seu blog. Parabens por sua participaçao!

Abraços