24.7.09 | Autor: Maria Augusta

Muitas vezes, o que precisamos é mergulhar no interior de nós mesmos, para orar, meditar ou simplesmente nos repousar. Mas esta introspecção pode ser auxiliada pelo ambiente exterior, há lugares que são mais apropriados, como os templos construidos pelo homem ou aqueles formados pela natureza que nos circunda...e diante da qual nos sentimos ao mesmo tempo pequenos diante de tanta beleza e grandes por fazer parte dela. Vejam só que lugares magníficos para uma viagem interior...

(clique na imagem para ver o diaporama no Picasa, em plena página)

Fonte : Le Figaro

Categoria: |
You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0 feed. You can leave a response, or trackback from your own site.

19 comentários :

On 24 de julho de 2009 01:18 , marialynce disse...

Que lindo Maria Augusta, as imagens que escolheu transmitem mesmo essa serenidade necessária para alcançar a desejada paz interior. Deve ser magnífico acontecer na Gronelândia, perante a visão de uma aurora boreal!
Beijos

 
On 24 de julho de 2009 02:31 , Selena Sartorelo disse...

Olá Maria augusta...

Como ficar indiferente a tanta beleza.
Tudo está aqui, tudo é aqui o tempo todo.
E a procura continua, pois é simples demais para ser aceito que somos parte disso. Tamanho cada um tem o seu e nunca é o mesmo que o outro vê.
Tua postagem é, como não poderia deixar de ser, simples(mente) magnifica.
Palavra dita com entendimento
da dimensão. A absoluta compreensão do possível.



Beijos

 
On 24 de julho de 2009 11:30 , Meire disse...

Da' pra esquece da vida num lugar destes...
Bjs

 
On 24 de julho de 2009 12:22 , Eduardo P.L disse...

Este blog esta a cada dia mais sofisticado e meditativo!
Parabéns!

 
On 24 de julho de 2009 15:33 , Ví Leardi disse...

. Lindas imagens...vem bem a calhar com este meu momento ..Fernanda minha filha me levou para a Yoga...estou amando de paixão corpo e mente e espírito em total harmonia...acho que é para o resto da vida!
Beijos querida e um ótimo fim de semana.

 
On 24 de julho de 2009 18:24 , João Menéres disse...

MARI AUGUSTA

Apanhado de surpresa quando fui clicar na imagem e ela me enche um pedaço mais e ganha ainda mais força!
São imagens espectaculares que nos fazem parar e meditar um bom bocado.

Muito grato e muitos parabéns por tudo aquilo que sempre apresentas com um nível excepcional.

Um beijo e bom fim de semana.

 
On 24 de julho de 2009 20:17 , Nade disse...

Que imagem fantástica!
Lindo final de semana pra você e sua família, querida!
Bjs

 
On 24 de julho de 2009 20:46 , Luma disse...

O homem sempre procurou se aproximar do divino, através daquilo que é belo, que surpreende! Adorei os locais, mas a natureza continua me surpreendendo mais! Que é aquele Baobá? Bom fim de semana! Beijus

 
On 24 de julho de 2009 22:04 , sonia a. mascaro disse...

Gostei do convite à reflexão e mergulho interior! As imagens escolhidas são lindas, mas de todas elas a que mais me fascina são as das dunas da Namíbia. Tenho vários vídeos sobre a Costa do Esqueleto, na costa ocidental da Namíbia. Um espetáculo!

Tenho vários lugares aqui em casa para aonde puxo uma cadeira e fico absorta olhando para cima, maravilhada... um deles é Aqui.
Beijos e um ótimo final de semana.

 
On 24 de julho de 2009 22:44 , J. Araújo disse...

Prefiro a natureza para meditar.

Ela me deixa mais leve.

Parabéns pelaabordagem

bj

 
On 24 de julho de 2009 22:50 , Dora disse...

Se era prá encantar e extasiar, as fotos conseguiram, Maria Augusta.
Realmente, meditar em lugares assim , nem se força o pensamento...ele naturalmente se aprofunda em mistérios e abismos.
Fortíssimas impressões eles nos causam...
Beijos.
Dora

 
On 25 de julho de 2009 21:05 , Elma Carneiro disse...

Bom... eu já vivo mais ou menos em constante meditação, mas me sentiria em maior estado contemplativo se estivesse frente a imensidão do"Ermida do Pai Foucauld na Tanzânia.
Essa sua postagem troxe-me paz. Obrigada.
Beijos

 
On 26 de julho de 2009 11:09 , Maria Augusta disse...

Marialynce, é interessante ver como cada um entra em sintonia consigo mesmo diante de uma paisagem diferente. As auroras boreais são uma interação do sol com a terra, realmente além da beleza existe a energia, a beleza do universo.
Um grande beijo.

Selena, realmente a dimensão de cada um depende do olhar de si mesmo e do outro...e a grandeza do que nos cerca sempre nos faz pensar à nossa própria dimensão e à nossa participação neste Todo.
Beijos.

Meire, realmente eles são propícios à meditação, ao esvaziamento de nossos pensamentos para entrar em sintonia com o universo.
Um beijão.

Eduardo, a beleza exterior sempre ajuda na busca da beleza interior, né?
Um abração.

Vi, é verdade que a ioga nos faz trabalhar esta sintonia, que bom que você está conseguindo atingi-la.
Um grande beijo.

João, estas imagens são muito belas mesmo, né? Que bom que te trouxeram momentos de meditação.
Abraços.

 
On 26 de julho de 2009 11:26 , Maria Augusta disse...

Nade, obrigada pela visita. Um bom fim de semana para você também.
Beijos.

Luma, é verdade que associamos a beleza a algo divino. Vou procurar encontrar mais informações sobre o baobá, depois te digo.
Um beijão.

Sonia, aquelas dunas são mesmo impressionantes, e os vultos humanos tão pequeninos sobre elas, conduzem à reflexão. Este teu "templo" no meio da natureza é realmente maravilhoso, deve proporcionar muita paz e serenidade.
Um grande beijo.

J. Araujo, é verdade que a natureza já é um templo em si, basta prestar atenção no murmurio da água, no canto dos pássaros...
Obrigada pela visita e um grande abraço.

Dora, tem razão, estes lugares são como um mergulho nos mistérios do mundo que nos cerca e do nosso interior.
Um grande beijo.

Elma, este lugar é realmente perfeito para a contemplação, ela sempre nos faz tão bem, não é mesmo?
Um beijão.

 
On 26 de julho de 2009 18:33 , Celia disse...

Oi M.Augusta, voltei das férias. Passaram rápidas, infelizmente.
Realmente um lugar desse, se resolve qq problema. Boa semana. Bj

 
On 26 de julho de 2009 22:41 , Aninha Pontes disse...

Maria Augusta, você está certa.
Os lugares são maravilhosos.
E sempre que me sinto muito cansada, andando pelo centro de S Paulo, uma daquelas igrejas, é o paraíso para um descano.
Qualquer uma delas, Sé, Mosteiro de S Bento, Stoa Antonio, Sta Ifig~enia, enfim, são lugares que nos dão uma paz enorme.
Beijos e boa semana menina.

 
On 27 de julho de 2009 10:14 , Maria Augusta disse...

Célia, que bom que você está de volta e que tudo correu bem nas tuas férias.
Um grande beijo.

Aninha, em São Paulo, as igrejas são realmente oásis de paz no burburinho da cidade grande.
Um beijão.

 
On 28 de julho de 2009 15:36 , Lunna Montez'zinny disse...

Olha, enquanto eu lia, voltava para dentro de mim procurando as lembranças de encontros que tive comigo mesma em vários lugares do mundo. Lembrei por exemplo de um ritual em Stonehenge que foi tão incrivel que ao final dele estava eu as lágrimas. Outro momento singular foi na Índia, no meio do nada (aquele nada que representa tudo pra gente) com mulheres que viviam isoladas e que aprendiam tudo que sabiam com a natureza. Elas viviam em casas de pedras, algo semelhante a cavernas. Era tão incrível. Foram dois dias sublimes. Um aprendizado que veio comigo...
Delicioso seu post. Grata pela oportunidade de recordar todos esses momentos. Namaste.

 
On 15 de maio de 2013 05:45 , Anônimo disse...

Υοu actuallу maκe it seеm
so eаѕy wіth your presеntation but I finԁ this matter to be actually somethіng whіch
I thіnk I wоuld nevеr unԁerstand.

It seеms too complicаtеd and veгy broaԁ fοr me.
Ӏ am lookіng fοгωard for уour
nеxt ρost, І'll try to get the hang of it!

My blog post Same Day Payday Loans