3.6.09 | Autor: Maria Augusta

No próximo fim de semana, aqui na França, os jardins, parques, pomares, mesmo particulares, abrirão suas portas para o público. Ainda não sei qual jardim vou visitar, vocês me ajudam a escolher? Merci!




As fotos são de Béatrice Pichon-Clarisse e estão no livro "Délicieux Jardins de France" de Béatrice Pichon-Clarisse e Virginie Pierson de Galzain.

Categoria: |
You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0 feed. You can leave a response, or trackback from your own site.

16 comentários :

On 4 de junho de 2009 00:46 , expressodalinha disse...

Opções muito difíceis. Se tivesse
de escolher um, talvez os Jardins Bagatelle, parecem muito aconchegados.

 
On 4 de junho de 2009 01:56 , João Menéres disse...

DOMAINE DU RAYOL !

E sobre o Mar...


Um beijo.

 
On 4 de junho de 2009 07:24 , Meire disse...

Ficou o embaraço da escolha, um vale o outro, sao todos maravilhosos.

Bjs

Meire

 
On 4 de junho de 2009 08:12 , Georgia disse...

Maria Augusta que lindos!

Pena que estamos longe, senao iria...

Eu gostei de muitos de la Boirie por me parecer ser meio rústico, natural.

Planti Bessin lindo!

Plantarium de Gaujacq e Domaine du Rayol, fantástico!!!

Depois nos conte qual desses você visitou.

Um lindo fim de semana pra vocês.

beijos

 
On 4 de junho de 2009 09:28 , Fatima Cristina disse...

Oi Maria Augusta,

Pergunta difícil a sua!
Sao todos lindíssimos e com muita paz.
Adorei as fotos e o slide-album!

Beijos.

 
On 4 de junho de 2009 15:35 , disse...

...todos quero todos...mas tendo de escolher talvez o de Berchigranges,ando apaixonada por este jardins que parecem obra da natureza sem interferência da mão humana...onde parece que sementes das mais variadas flores foram jogadas ao acaso formando um pedaço de Paraíso...este me parece ser assim...fotografe muito onde quer que vc vá e nos dê o prazer de ir com vc...beijos querida..ai que "inveja..."!!!

 
On 4 de junho de 2009 20:51 , Selena Sartorelo disse...

Olá Maria Augusta..

Não consegui..cada vez que escolhia um, o outro me parecia mais e mais belo... Faça assim..Vá e depois diga como foi, então tentarei vê-lo pelo seus olhos rsrsr...assim não ficarei nada a dever ao outro. rsrsr.

Beijos

 
On 4 de junho de 2009 21:31 , Kovacs disse...

No meu caso toda a viagem para Paris é sempre um dilema entre aproveitar ao máximo as atrações maravilhosas ou simplesmente sentar em um jardim público (meu preferido é o jardim de luxemburgo (apesar de não ser o maior ou mais lindo) e deixar o tempo passar como um personagem de Balzac ou Hugo.

 
On 4 de junho de 2009 22:09 , Eduardo P.L disse...

Não consegui escolher o mais bonito. Toda escolha era uma injustiça com os outros!
Melhor é tirar na sorte! Ou visitar TODOS que forem possível.

 
On 4 de junho de 2009 22:38 , Aninha Pontes disse...

Isso é uma injustiça, Maria Augusta.
Não dá para escolher, são todos muito lindos.
Faça assim, vá àquele que não foi ainda, e que nã seja tão difícil sua chegada até ele.
Depois nos conte como foi.
Um beijo

 
On 5 de junho de 2009 01:31 , João Menéres disse...

Regresso só para dizer que compreendo muito bem KOVACS.
Acho que apenas uma vez não fui ao
Jardim de Luxemburgo!
São vinte e tantos hectares abertos, amplos e para variados fins.

Um beijo.

 
On 5 de junho de 2009 09:32 , Maria Augusta disse...

Amigos, obrigada pelas sugestões, estou anotando direitinho...depois conto a vocês qual o(s) jardim(ins) que visitei.
Beijos e abraços.

 
On 5 de junho de 2009 15:06 , Diz disse...

mon dieu!
são jardins do paraiso- queria o mens arrumadinho, o das papoulas...
bisus, chèrie.

 
On 5 de junho de 2009 15:21 , Elma Carneiro disse...

Bom dia Maria Augusta é difícil escolher. Eu visitaria todos, pois amo a natureza e as flores.
Vou entrar então nos Jardins Bagatelle e Jardins de Berchigranges
Beijos

Era preciso agradecer às flores
Terem guardado em si,
Límpida e pura,
Aquela promessa antiga
Duma manhã futura.

Sophia de Mello Breyner

 
On 6 de junho de 2009 02:05 , Marco disse...

Jardin Plume com aquela mesinha para sentar, tomar um chá enquanto a Lu escreve seus versos e eu leio Sidney Shaldon e os Jardins de la Boirie para ouvir um bom clássico e namorar enquanto se aprecia o cair da tarde. Mas a escolha foi dificil, viu?
Bom passeio

 
On 6 de junho de 2009 23:55 , marialynce disse...

Uma iniciativa bem interessante. Por vezes existem jardins particulares que é uma pena não se conhecer! Aqui em Portugal isso acontece muitas vezes, como já tive oportunidade de comprovar. Talvez escolhesse o de Villandry, por causa do enquadramento arquitectónico espectacular.
Beijos.