17.8.09 | Autor: Maria Augusta
Um fenômeno que vem acontecendo na sociedade atual é o coaching...parece que a origem é americana, mas aqui na França ele se espalhou como um rastilho de pólvora. Existem coaches, ou personal trainers, para perder peso, para fazer ginástica (a coach de Carla Bruni ficou célebre), para procurar emprego, para fazer "relooking", até para se tornar mais feminina, pode? Fiquei imaginando se isto pode ser ensinado...mas o que me chamou mesmo a atenção foi um treinamento destinado às mulheres que são eficientes nas atividades profissionais e que não são muito talentosas para as tarefas domésticas ou que não se interessam por elas...encontrei minha turma, pensei. Gosto de cozinhar, acho muito bonito uma casa arrumada, mas não gosto de "perder tempo" arrumando, estando bem limpa já basta. Entrei no site deles e vi uma frase que me fez rir muito, mas também me assustou :

"A clean house is a sign of a broken computer!"

Será? Meu computador está inteirinho, será então que minha casa não está limpa? Socorro! Continuei a leitura e me reconheci em algumas situações :

Pergunta : "Quando alguém vem te visitar é necessário que avise antes para que você arrume a casa?"

Resposta : - Oui, quand même!

Pergunta : "Aquela mesinha da entrada onde você coloca tudo, tem uma pilha de papéis"?

Resposta : - As vezes sim, mas não é tão grande!...

Pergunta : "Tem algo que você deveria ter feito há dias, mas continua por fazer?

Resposta : Hum, sempre tem umas coisas chatas que vão ficando de lado...

Ulalá, depois disto, a conclusão óbvia é que preciso mesmo de um coach para me ajudar a criar bons hábitos em relação às "prendas domésticas", pode? Segundo eles, isto pode ser feito pela Internet, e o método funciona assim...no meio do dia eles te enviam mensagens do tipo : "Você tem 5 minutos para juntar todos os papéis que não precisa e jogar fora!" "Já colocou a roupa na máquina?" "Já esvaziou a máquina de lavar louças?" Acho muito radical e de uma falta de glamour total...mas deve ser divertido, e que seja tudo "para o bem da nação", quem sabe vou me tornar uma fée du logis (fada do lar) ?

Fonte da imagem : Cécile Roubio (Madame Figaro)


Update 19/08/2009

A Sonia nos trouxe nos comentários o link dos "Bagunceiros Anônimos", que traz dicas úteis para motivar sua realização e organizar as tarefas domésticas :

Messies Anonymous

Aproveito para dar os links dos sites que citei :

www.flylady.net

groups.yahoo.com/group/FeeVolante

www.organisez-vous.com

Não achei nenhum em português, se alguém conhecer por favor me avise para que eu coloque o link aqui.


Update 20/08/2009

A Luma nos trouxe o link da FlyLady em português :
http://flyrobrasileira.blogspot.com/

E mais um em inglês sobre a organização doméstica :
http://housekeeping.about.com/

Além do link do post que ela publicou sobre as tarefas domésticas :

http://migre.me/5vUn



Categoria: |
You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0 feed. You can leave a response, or trackback from your own site.

23 comentários :

On 17 de agosto de 2009 13:03 , Eduardo P.L disse...

Essas características pessoais são imutaveis. Podemos dar uma melhoradazinha, mas o básico continuará! E viva as diferenças! O que seria do amarelo?

 
On 17 de agosto de 2009 13:50 , Georgia disse...

Hahahahahhaha!

Maria Augusta tô aqui morrendo de rir, sabe por quê?

Porque qdo estou no PC e demora às vezes a conexao eu corro e retiro algo da geladeira; eu corro e tiro ou coloco algo da máquina de lavar loucas; ahahahahah!

Nem sabia que algo assim existia e eu aqui já me policiava desse jeito.

Mas eu acho super legal isso, e funciona mesmo, pois só fazemos se cobrados...


Boa semana prá você, por aqui comecam às aulas e a semana vai ser curta, pois a Vivi tem aniversário. Entao já imaginou a agitacao, né?

Beijos

 
On 17 de agosto de 2009 16:40 , sonia a. mascaro disse...

Maria Augusta, adorei este post! Confesso que quando desligo o pc as coisas se agilizam por aqui... E para essas três perguntas, minha resposta é SIM!

Acho interessante esses coaches para ajudar as pessoas em diversas atividades. É também um novo campo de trabalho.

Existem vários sites que ensinam as pessoas a fazer uma big arrumação em casa. Eu mesma já pensei em criar um blog a respeito... pois embora tenha respondido sim às perguntas do post, sou muito organizada e considerada a arquivista da família. Um dos sites de chama Messies Anonymous (Bagunceiros Anônimos), endereço Aqui, mas existem vários outros.

Como sempre, seus posts são muito criativos e interessantes!
Beijos e uma ótima semana.

 
On 17 de agosto de 2009 16:45 , Lunna disse...

Ok, eu confesso: estou aqui morrendo de rir... Eu adoro cozinhar e é a unica parte da casa que eu sei arrumar perfeitamente. No mais, adoro colocar coisas em seus devidos lugares, mas arrumação mesmo... Sem comentários. Mas no meu caso, acho que nem mesmo um coach iria dar jeito. hahahahahaha
Beijos

 
On 17 de agosto de 2009 17:23 , Wania disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
 
On 17 de agosto de 2009 17:29 , Marco disse...

Fiquei feliz agora, será que teria um coach pra mim também? Eu não sei fazer absolutamente nada na cozinha. Quer dizer, sei fazer algo, mas não digo o que porque é proibido para menores. rs
Grande abraço

 
On 17 de agosto de 2009 19:36 , Wania disse...

Salut, Maria Augusta...
Muito engraçado a gente se achar nestes textos, na maioria das vezes só mudam os endereços... rsrs!

Também não sou uma “femme au foyer” perfeita...mas por todas as atividades que tenho acho que o que eu faço já está de bom tamanho. Nenhuma BRASTEMP, mas... dá pro gasto...rsrsrsrsrs!
Agora, deixa eu confessar uma coisa... depois que iniciei o meu blog as coisas da casa acabaram ficando um pouquinho pra depois... rsrsrsrsrs! Comecei a usar mais o timer do fogão para me avisar quando a "bóia" está quase pronta, pois andei “tostando” demais alguns pratos... rsrsrs!
Quanto aos coaches não acredito que poderiam ser de grande valia NESTE terreno doméstico, para mim este método funcionaria ao contrário...rsrs! Eu sou muito light em relação a isso, acho que com joguinho de cintura a gente consegue fazer milagres e aí tudo se resolve!

Bem, são 12:22 por aqui...vou cuidar do almoço... afinal a FADA aqui sou eu e de mágica eu não entendo nadinha!

Bonne semaine!
Bisous!

 
On 17 de agosto de 2009 21:42 , Selena Sartorelo disse...

Olá Maria Augusta,
Na verdade sempre achei isso uma grande bobagem, onde já se viu pessoas que precisam de orientação para assuntos tão óbvios e que fazem parte da vida de qualquer ser humano?

Pois é!

Mas com o passar do tempo venho observado muito isso e percebo que ás vezes uma pessoa é muito boa em alguma coisa porém não tem a mínima idéia de outras tão simples. Como até fazer um café, ou que um armário de roupas fica mais bonito se as roupas estiverem separadas por cores e tons, tamanho, modelo,...é sério, Parecem TOCs, mas não são, não. Parecem coisas desnecessárias de se saber, é como se houvesse uma desorganização não por preguiça, mas por não se saber como faz, simples e absolutamente por nunca ninguém ter ensinado. Pode achar absurdo o que vou dizer, mas é como aprender a pensar. E digo mais uma coisa que escrevendo isso relembro, as crianças deveriam ter um coach ativo em suas vidas...pois algumas só veêm os seus, por poucos minutos ao dia, mas voltando a falar sério.
Acho que um dos teus últimos posts vc fez uma referência a essa profissão , guardadas as devidas proporções e engodos, achei muito interessante as pessoas terem idéia do que querem ser diferentes ou melhorar, mudar, transformar..não sei a melhor palavra, sobre o que já entende ser e ter a consciência daquilo que entende não ser e querer evoluir nisso...e ter a disposição para ouvir essa analise e por aí em diante, e falo dos dos lados da história.
Claro que, pelo que pude perceber existem várias denominações para um coach, e suas atribuições estão bem claras, não podendo ser comparada ou confundida com outras funções e especialidades semelhantes que o mercado de trabalho apresenta.
E se é de fato é levado a sério ao invés de contratar um..vou é fazer um curso credenciado e certificado imediatamente.
Claro que esse foi um comentáro sem aprofundamento. Mas em valores e resultados parece ser um bom investimento para os envolvidos.


beijos

 
On 18 de agosto de 2009 08:28 , Maria Augusta disse...

Eduardo, também acho difícil mudar, acho que nunca vou gostar destas tarefas, mas talvez consiga integrar alguns hábitos novos em relação a elas, vamos ver...
Um abração.

Georgia, você é organizada e se policia sozinha, eu tenho a péssima mania de me lembrar so das coisas que gosto de fazer rs. Imagino a correria para preparar o aniversário da Vivi...esta sim é uma "tarefa" legal, né?
Um beijão.

Sonia, obrigada pelo link sobre os "Bagunceiros Anônimos". Eu fui ver e é bem parecido com aquele no qual me inscrevi o "FlyLady". Seria uma boa idéia, como você disse, fazer um site destes em língua portuguesa, não vi nenhum.
Beijos.

Lunna, acredito que você tem em mente sempre teus poemas e tuas novelas, e não tem tempo para prestar atenção nisto...
Um grande beijo.

 
On 18 de agosto de 2009 08:43 , Maria Augusta disse...

Marco, deve ter sim, e eu acho legal que você se interesse pelo assunto, em geral os homens o deixam para as mulheres rs. Mas nada indica que estes coaches sejam exclusivamente para elas.
Abraços.

Wania, temos que reconhecer que como o tempo é limitado, o computador está em concorrência com as tarefas domésticas pelo nosso tempo e ganha longe, né? Ainda bem que você é light em relação a isto, eu sempre me culpabilizo quando há alguma coisa pendente...
Um beijão.

Selena, conduzi o post em tom de brincadeira, mas a conclusão dele é que um coach seria útil sim. Acho que no mundo moderno com sua competitividade, as pessoas se especializam muito em suas áreas de trabalho, e consequentemente tem deficiências nas outras. Um coach que possa ajudar a suprir estas deficiências de forma personalizada é um verdadeiro achado, pois uma formação numa escola, primeiro não existe para tudo, e depois é feito de modo geral, para um grupo. O problema é o credenciamento, como saber que se está lidando com um profissional competente? Mas é uma grande área de trabalho que se abre com um grande potencial, a prova é a procura enorme que está havendo em relação a este tipo de profissionais em todas os domínios. Teu comentário foi muito bom para mostrar este outro lado da moeda, obrigada.
Um grande beijo.

 
On 18 de agosto de 2009 09:00 , Fatima Cristina disse...

Oi Maria Augusta,

E aí? O Coaching deu certo?
Já conseguiu virar a fée du logis???
rsrsrs...

Ri muito com a frase: "casa limpa é sinal de computador quebrado"...

Beijos!

 
On 18 de agosto de 2009 15:47 , Elma Carneiro disse...

Ahh, já queimei algumas comidas.
Gosto muito de viajar em pesquisas e isso me absorve muito.
Tenho minhas coisas organizadas, mas sem fanatismo. Já sintetizei muito, deixei de ser muito detalhista e hoje sou mais do tipo prática.
Sempre tenho meus livros por onde estou e às vezes são 4, 5 ou mais por perto. São necessários, principalmente os de artes.
Mas para receber uma visita, prefiro que me avise antes, rsss
Ótima e descontraída a sua postagem. Valeu muito.
Beijoooo

 
On 18 de agosto de 2009 20:24 , Ví Leardi disse...

Olha...que desligando o computador as prioridades são outras, é a pura verdade...eu mesma tenho me policiado para poder dar conta de tudo casa e rotina de saúde...mas haja disciplina...acredito que muitas pessoas possam mesmo ser ajudadas por um coach..aqui já virou moda há tempos..tem para qualquer gosto...Agora vc até contrata alguém para vir arrumar suas gavetas e organizar sua geladeira..horror dos horrores... MAS TEM GOSTO PARA TUDO...bem diz o Eduardo..O que seria do amarelo...?Beijoss

 
On 19 de agosto de 2009 00:00 , sonia a. mascaro disse...

Maria Augusta, eu não conheço o "FlyLady", vou ver como ele é. Também não encontrei nenhum site em português, mas vou procurar, deve haver...
Beijos.

 
On 19 de agosto de 2009 01:56 , Selena Sartorelo disse...

olá Maria Augusta,

Obrigada por considerar minha observação num tom mais sério, mesmo tendo entendido o seu tom descontraído insisti em falar sério pois como disse coincidentemente tinha lido muito sobre o assunto.

Mas não pude deixar de voltar aqui, pois tudo isso é prá dizer que quem vai falar com descontração sou eu, pois tenho uma história que preciso te contar para ilustrar o comentário anterior e que aconteceu hoje, e percebi como é frequente a sua repetição.

Acho que sou de fato a coaches do meus filhos..vou te dar um exemplo.
Fico assim todos os dias.
Filho faça a lição. Isso é verdade, ele me enrola tudo o que pode, oh menino.
Filha, leia seu livro. Isso não é verdade..ela ama ler, inclusive conhece teu blog.
filho isso, filha aquilo. Isso é real e a resposta é "Tô indo" "Calma" "Tá bom", " Nossa! Não precisa se estressar" e mesmo respondendo não vão na hora.
E quando resolvo não falar e pergunto se ele já fez, a resposta é.
Ah! Mas eu não sabia que tinha isso prá fazer ou esqueci, afinal você não me falou nada. rsrsr!!!

Dei meus filhos como expemplo, mas quantas vezes isso não nos acontece..Acabo achando que os coaches..são necessário mesmo rsrsrs!!


beijos

 
On 19 de agosto de 2009 10:19 , Maria Augusta disse...

Fátima, pelo horário de teu comentário deduzo que você já está do lado de cá, que as férias acabaram. Benvinda, então! Pois é, comecei com meu coaching virtual esta semana, minha "vara de condão" ainda não foi ativada rs.
Um grande beijo.

Elma, entendo perfeitamente, a pesquisa nos absorve muito e é uma atividade muito agradável, nos faz "esquecer da vida"...
Um beijão.

Vi, é isso, a palavra-chave é disciplina. Consigo tê-la quando fixo um objetivo que considero importante, mas até hoje não consigo ver a arrumação da casa assim rs. E aqui não temos acesso a estas preciosas profissionais (empregadas ou faxineiras) que tanto nos ajudam no Brasil principalmente quando trabalhamos fora. Neste caso um coach ajuda com seus lembretes. Por exemplo, ontem meu coach virtual mandou uma mensagem lembrando "a limpeza das bocas de aeração", das quais tinha esquecido há tempos rs.
Um grande beijo.

Sonia, vou colocar o link da FlyLady no post, mesmo em inglês pode ser útil, me inscrevi no grupo que faz a tradução dele em francês, prefiro porque para os produtos por exemplo, elas já dão os equivalentes aqui no pais.
Beijos.

Selena, a história com seu filho ilustra bem a situação, para certas coisas que não gostamos de fazer mas que são necessárias, precisaríamos de uma mamãe "atrás", mas como não temos mais idade para isto, um coach pode ajudar com seus lembretes, pelo menos até adquirirmos novos hábitos rs.
Beijos.

 
On 20 de agosto de 2009 00:18 , Fatima Cristina disse...

Oi Maria Augusta!

Sim, estamos de volta.
Obrigada pelos votos de boas vindas.
Por incrível que pareca, em Graz está mais calor do que no Rio...

Beijos!

 
On 20 de agosto de 2009 05:37 , Luma disse...

Maria Augusta, nós mulheres nos exigimos demais. Muita coisa que fazemos em um dia, pode se fazer em outra ocasião. Meu filho já perguntou o porque de arrumar a cama todos os dias, se não seria melhor arrumar somente quando fosse trocar a roupa de cama. Mas a gente gosta da casa arrumadinha, cheirosinha...como diz minha mãe "Essas mulheres são tontas! Elas se desgastam à toa! A casa fica e elas se vão!" - Não sou tão radical assim. A minha forma de organizar, postei aqui http://migre.me/5vUn (vc já leu) e o Fly lady tem versão em português.

http://flyrobrasileira.blogspot.com/
Que também falei na postagem citada acima.

outro link:

http://housekeeping.about.com/

Beijus

 
On 20 de agosto de 2009 09:26 , Maria Augusta disse...

Fátima, realmente o verão europeu este ano esta digno deste nome, aqui na França estamos tendo até uma canícula no sul com temperaturas de 38 graus...
Um grande beijo.

Luma, já fui mais exigente em relação à casa, mas é impossível manter o padrão brasileiro aqui, no inverno não podemos nem abrir as janelas. Mas tenho tendência a negligenciar demais, preciso me policiar...obrigada pelos links, já foram incorporados ao post.
Beijos.

 
On 20 de agosto de 2009 16:27 , sonia a. mascaro disse...

Maria Augusta, foi ótimo você colocar outros links, o que dá idéia do interesse pelo tema!
Vou conferir.
Bjs.

 
On 3 de setembro de 2009 07:25 , liniane disse...

Já tinha lida este poste quando ele saiu. Mas hoje que estou com tempo, posso confessar por escrito: eu SEMPRE preceiso arrumar a casa quando vem alguém.
Sou dess geração criada pra "trabalhar fora". E, assim, sempre acho que poderia estar fazendo algo melhor do "estar arrumando a casa". Bingo.
Liniane

 
On 6 de outubro de 2010 20:52 , Roseli de Araujo Gomes disse...

Boa Tarde Maria Augusta!!
O Coach online resolve e muito, mas acrescento, seguindo há 5 anos, que aumenta o número de amigos!!

Obrigada por indicar o BLOG... não sou a FLYLady, mas simpatizo muito pelo Sistema e adaptei os documentos à Lingua Portuguesa!!

Bjos

FLYRôBrasileira

 
On 20 de junho de 2011 20:48 , Ana Afonso disse...

Maria Augusta, segue o link do grupo oficial de suporte ao FLYLady.net, em português.É o FLYingInBrazil, que esta também listado na página do site americano.

http://groups.yahoo.com/group/FLYingInBrazil/