18.1.10 | Autor: Maria Augusta
A imaginação humana não tem limites mesmo, e a cada dia surgem técnicas para nos ajudar a melhor compreender os segredos da natureza. Muitas vezes, as técnicas que foram elaboradas para estudos científicos são "desviadas" para criar obras de arte. É o caso da projeção estereográfica, que consiste em projetar sobre uma superfície plana imagens que são observadas em uma superfície esférica. Ela era usada em cartografia, mas o fotógrafo Alexandre Duret-Lutz resolveu aplicá-la às paisagens para criar pequenos planetas. Ele tirou várias fotos destas cobrindo 360° em torno de um ponto varrendo cada vez 180° para levar em conta a altura, depois reuniu as imagens obtidas e por meio de softwares ele chegou aos planetas abaixo. Complicado? É verdade, mas o resultado é muito interessante, pelo menos na minha opinião. O que você acha?


Para saber o passo a passo do trabalho de constituição das imagens e ver os outros planetas panorâmicos que ele criou, visite o Flickr de Alexandre Duret-Lutz aqui. (em inglês).


Fonte : L'Internaute
You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0 feed. You can leave a response, or trackback from your own site.

16 comentários :

On 18 de janeiro de 2010 00:25 , João Menéres disse...

Complicado?
-Por certo, mas o resultado é deveres curioso.
Gostei especialmente da Pç. da República, em Lille.

Sempre oferecendo novidades muitos interessantes, MARIA AUGUSTA!

Um beijo muito agradecido.

 
On 18 de janeiro de 2010 01:11 , João Menéres disse...

MARIA AUGUSTA

Queria enviar-te uma contribuição eventual. Mas, como já disse, perdi muitos endereços. O teu foi um deles.
É suficiente mandares-me um mail.

Um beijo.

 
On 18 de janeiro de 2010 05:55 , Eduardo P.L disse...

Maria Augusta,

mais um post magnífico! Mais um ACHADO!
Parabéns!

Bjs e uma ótima semana!

 
On 18 de janeiro de 2010 09:51 , Maria Augusta disse...

João, achei a técnica complicada pois depois de tirar as fotos, elas são coladas umas às outras lado a lado, depois tratadas nos softwares para obter esta forma esférica. Que bom que você gostou!
Recebi teu e-mail, muito obrigada pela dica, gostei muito de ver o panorama da cidade de Dresden e localizar seus pontos turísticos.
Um abração para você.

Eduardo, eu também achei interessante estas transformações, a criatividade não tem limites...
Abraços.

 
On 18 de janeiro de 2010 11:49 , Wania disse...

Boom diiiiiia, Maria Augusta

Que lindo este post, tu sempre nos surpreendendo com estas tuas lindas descobertas!

O criar é infinito mesmo...

Adorei a do Louvre e de Notre Dame à noite, parecem naves espaciais... eu a minha imaginação...rsrsrs!!!!!!

Boa semana,
Bjão!

 
On 18 de janeiro de 2010 11:59 , Lunna disse...

Bom dia Maria Augusta, confesso que li várias vezes para entender como foi feito. A técnica, assim como as fotos me deixou meio zonza.
O efeito em algumas delas foi interessante, mas confesso que a janela do meu olhar ficou meio arredio. rs
Beijos e boa semana para vc

 
On 18 de janeiro de 2010 15:28 , sonia a. mascaro disse...

Um visual fantástico, Maria Augusta! E você sempre nos trazendo coisas novas!
Quanta criatividade nesta nossa era... A imaginação não tem limites e a tecnologia caminha a todo o vapor... Êpa... Esta imagem é mais do que anacrônica, não é mesmo? (risos)
Beijos e uma ótima semana.

 
On 18 de janeiro de 2010 16:52 , meire disse...

O cara é fera!
Bjs
Meire

 
On 18 de janeiro de 2010 23:52 , Fatima Cristina disse...

Oi Maria Augusta!

Interenssantíssimo!

Adorei a projeção do Museu do Louvre. Parece um anel de graduação. Lembra? Aqueles que os advogados ganhavam antigamente ao se formar?? rsrs...

Agora vai ficar mais fácil se fazer uma ilustração moderna para o livro "Pequeno Príncipe".

O Alexandre Duret-Lutz está de parabéns pelo seu trabalho e você por descobrí-lo e trazê-lo em post para nós. Valeu!

BEijos.

 
On 19 de janeiro de 2010 08:10 , Georgia disse...

Maria Augusta, estas imagens foi a coisa mais estranha que já vi e também a uma das mais bonitas e inteligentes. Nossa! Amei!
O museu do Louvre e o Rio Sena que imagens lindas!
Como alguém pode ter uma idéia dessas? Sensacional. Que bom que você nos trouxe esse achado.

Boa semana e um grande beijo

 
On 19 de janeiro de 2010 09:15 , Maria Augusta disse...

Wania, estes criadores fazem mesmo nossa mente voar...
Um beijão para você.

Lunna, eu não procurei entender a técnica em detalhes, mas primeiro eles trazem para um plano as imagens obtidas e depois montam as esferas. Acho que é principalmente a originalidade que chama a atenção, e achei algumas muito bonitas.
Beijos.

Sonia, principalmente "avançar a todo vapor" descreve bem o que está acontecendo na tecnologia, embora os combustíveis atuais sejam outros rs.
Um beijão.

Fátima, é verdade que a ilustração do Pequeno Príncipe o mostrava em cima de um planeta com a rosa e a serpente, eu acho. Aparentemente, Saint-Exupéry já havia pensado nisto rs.
Um grande beijo.

Georgia, é mesmo, estas paisagens fazem parte do planeta, e o fotógrafo as fez se transformarem em um planeta por elas mesmas...
Beijos.

 
On 19 de janeiro de 2010 22:25 , sonia a. mascaro disse...

Maria Augusta,
Voltei para ler suas respostas, que sempre são muito carinhosas!
Beijos!

 
On 20 de janeiro de 2010 22:20 , Marco disse...

Gostei muito dessas imagens, é como olhar as coisas por um outro ponto de vista. Você sempre nos surpreendendo com seus posts. Grande abraço

 
On 20 de janeiro de 2010 23:13 , Sandra disse...

tudo o que fazes é sempre de bom gosto.
belas imagens.

AMIGA!
VENHO LHE OFERECER UM LINDO SELINHO DAS MULHERES PODEROSAS. É O QUE TODAS NÓS SOMOS. GUERREIRAS, INTELIGENTES E FORTES.
PASSE LÁ.
ESPERO QUE GOSTE. A CURIOSA FICARÁ MUITO FELIZ SE VC. RECEBER.
UM GRANDE ABRAÇO.
COM MUITO CARINHO
SANDRA

 
On 20 de janeiro de 2010 23:32 , Fatima Cristina disse...

Maria Augusta,

Leio os seus posts sempre em 2 fases, uma anterior ao comentário e outra após 1 ou 2 dias para ler os seus comentários de volta...

Beijos!

 
On 21 de janeiro de 2010 13:15 , Luma Rosa disse...

Alguns planetas bem doidinhos! (rs*) A imaginação humana, aliada a criatividade, ultrapassa muitas vezes, o entendimento. Pois sim que enxergamos tudo plano, mas engraçada a constatação de como seria ver um monumento em uma esfera redonda! Boa semana! Beijus,