18.5.09 | Autor: Maria Augusta

George Garen - Embrasement de la tour Eiffel pendant l’Exposition universelle de 1889 (fonte)

Dia 15 de maio a Dama de Ferro, ou seja, a Torre Eiffel completou 120 anos...e está mais jovem do que nunca. Para seu aniversário ganhou roupa nova (foi completamente pintada), uma exposição contando sua história, recentemente ganhou um novo restaurante e continua a receber cada vez mais visitantes. Já imaginou Paris sem ela? Difícil, não é mesmo? Pois ela por pouco não existiu e no começo do século passado quase foi demolida, sob o peso das críticas de seus detratores que publicaram um manifesto de protesto, no qual a chamavam de inútil e monstruosa chaminé de fábrica, entre outras "gentilezas"...

(fonte)

Polêmica Gustave Eiffel, o empresário que a criou, não era um débutant. Especialista em estruturas metálicas, ele já havia construido o viaduto do Porto sobre o Douro em Portugal, o viaduto de Garabit no sudoeste da França, entre outros. A montagem da Torre Eiffel começou em 1887 e ela ficou pronta para a exposição universal de 1889, que comemorava o primeiro centenário da Revolução Francesa. Sua estrutura em arcos que se encaixam deve suportar a ação do vento, que é seu maior perigo. Normalmente, ela deveria ser demolida 20 anos após a exposição...no entanto, o interesse popular a manteve em pé...quando este arrefeceu pensou-se em retirá-la da paisagem de Paris. Mas Eiffel nela havia instalado estações de radio e laboratórios de pesquisas meteorológicas,o que impediu seu desmantelamento.

(fonte)

Desafiadora...Seu porte sempre exerceu um fascínio sobre os aventureiros ...alguns galgaram seus degraus a pé em competições, outros em bicicleta, em motocicleta, até um elefante nela se aventurou. Muitos escalaram suas estruturas, equilibristas realizaram números, paraquedistas se lançaram do seu topo, e nos primórdios da aviação, Santos Dumont venceu um concurso cujo objetivo era rodeá-la saindo de Saint-Cloud (subúrbio de Paris) e voltando ao ponto de partida ...em 30 minutos!

(fonte : imagens Google)

Inspiradora...Ela também foi fonte de inspiração para pintores e poetas : por exemplo a obra acima no inicio do post é de Georges Garen, que a pintou durante a exposição universal de1889...depois Seurat, o Douanier Rousseau, Signac, Bonnard, Utrillo, Gromaire, Vuillard, Dufy, Chagall também a celebraram, assim como Robert Delaunay que deu a ela facetas cubistas numa série pintada a partir de 1910. Poetas como Apollinaire e e músicos também nela buscaram sua inspiração, assim como vários filmes a tiveram como cenário. Acima, Ratatouille (no filme de mesmo nome) a observa parecendo fascinado pela "Dama de Ferro".

(fonte : imagens Google)

Radiante A iluminação da Torre Eiffel também merece um capítulo à parte, ela acompanha os eventos que vão marcando a história. Ela se vestiu de vermelho para o ano da China na França, de azul com 12 estrelas para a inauguração da presidência francesa da Europa, explode em mil fogos de artifício a cada passagem de um ano a outro, sendo que a mais memorável foi a entrada do novo milênio...diariamente a cada início de uma nova hora ela cintila durante 5 minutos, fornecendo um espetáculo aos passantes e lembrando que, Paris, por esta e por outras, é a "Cidade Luz"...e que a Torre Eiffel é sua estrela mais brilhante!


Categoria: , |
You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0 feed. You can leave a response, or trackback from your own site.

18 comentários :

On 18 de maio de 2009 09:23 , Fatima Cristina disse...

Olá Maria Augusta!

Gostei muito do que encontrei no seu blog também!

Lindo post comemorativo da Torre Eiffel! E também uma ótima escolha de video-clip e música. Que cantora linda e expressiva!

Obrigada pela visita ao "Boa Baltazar". Volte sempre que quiser, nem que seja só para jogar sudoku!

Abraços,
Fatima

 
On 18 de maio de 2009 11:11 , Eduardo P.L disse...

Maria Augusta,

gostei de conhecer as várias denominações e apelos da Torre! O que seria de Paris sem ela?

 
On 18 de maio de 2009 19:55 , ellen disse...

MAugusta,
mas que bonitas imagens !!! Parabéns. Um dia irei conhecer Paris :)

Beijinho

 
On 18 de maio de 2009 21:21 , Marco disse...

Excelente post sobre a senhora de ferro. Meu pai esteve em Paris apenas para conhecê-la em 87 e trouxe uma miniatura dela pra mim, um daqueles pesinhos de papel.
Imaginar Paris sem sua senhora de ferro é algo que o cinema já nos apresentou, não é? Assisti com a Lu um filme desses de ficção científica onde o mundo é destruído por alguma catástrofe.
Grande abraço

 
On 18 de maio de 2009 21:29 , Lunna Montez'zinny disse...

Ai Maria Augusta, confesso que não sou fã da bendita torre Eiffel. Nunca achei muita graça nessa composição de ferro. Quando estive em Paris fiquei a observá-la até com certo desconforto porque ao meu lado estava alguém achando encantadora, belissima e eu lá com aquela cara "é só um monte de ferro". Eu sei que é um cartão postal e tem a sua identificação com a cidade e tudo mais, mas ela não me conquista. Só isso. rs
Em compensação, sou completamente apaixonada pelo Chans Elise. Só eu mesma. Beijos daqui

 
On 18 de maio de 2009 22:26 , luzdeluma disse...

Maria Augusta, quando a vi pela primeira vez chorei! Não me pergunte porque…ou melhor, eu sei! Meu lado romantic veio à tona e pensei em todas as coisas que ela presenciou e nas pessoas que por ali passaram, em quantos amores ali começaram e ali terminaram. É inimaginável que alguém queira destruí-la. Ela é símbolo! Sei que houve um tempo que a acharam inútil e que Paris não anda lá essa coisa limpa e chic, mas convenhamos, é uma cidade de sonho e de curtição! Não consigo imaginar a cidade sem a torre. Boa semana! Beijus

 
On 19 de maio de 2009 08:13 , Meire disse...

Bom dia Maria Augusta!

Fui a Paris uma unica vez, e a Torre Eiffel era o meu interesse. Andava procurando a Silhouta da Torre em algum ponto de Paris. Ate' que a encontrei....foi maravilhoso.

Bjs

 
On 19 de maio de 2009 09:59 , Maria Augusta disse...

Fátima, obrigada pela visita, gostei demais de seu blog, pelo conteudo e também pelo Sudoku rs.
Um beijão e volte sempre.

Eduardo, a torre é o simbolo de Paris, difícil imaginar que quiseram impedir a sua construção, né?
Abraços.

Marco, nos filmes "Independence Day" e também em Armagedon ela desaparecia do mapa, é um símbolo forte.
Abração.

Lunna, na época de sua construção houve um manifesto de artistas dizendo que ela poluia a paisagem de Paris, logo você não é a única a não gostar dela(rs). Pessoalmente o que não gosto nela são as filas na entrada...
Um beijão.

Luma, eles quiseram demoli-la no início do século passado, ela ainda não era um símbolo na época, hoje seria inadmissível. E você tem razão ela é muito romântica...
Beijos.

Meire, muitas pessoas que conheço depois que saem da Torre Eiffel dizem : "Agora posso dizer que estive na França!". Interessante como ela marcou a paisagem de Paris e da França.
Um grande beijo.

 
On 19 de maio de 2009 15:25 , Elma Carneiro disse...

Bom dia Maria Augusta, a Dama de Ferro francesa é sem dúvida o maior símbolo de Paris, linda e imponente.
Tenho no chaveiro do meu carro uma linda miniatura dessa torre, e ela me empresta "aquele" ar chique.
Não dá mesmo para imaginar Paris sem ela.
Muito gostoso o seu post.
Beijos

 
On 19 de maio de 2009 15:47 , Georgia disse...

Ah, pode ser um monte de ferro, mas que ela é parte da história da Franca, isso é. Qunado se fala em Paris, a primeira coisa que se diz é: A Torre Eifel conhece?

Também nao sabia que eles já a quiseram demoli-la, fiquei impressionada agora, porque eu seu que os franceses adoram esses monumentos enooooormes e ver uma Paris sem essa torre é o mesmo que deixar de existir, rs.

Um grande beijo e lindo o video, a música é linda!!!

 
On 19 de maio de 2009 17:35 , disse...

...m
Maria Augusta...quantas lembranças maravilhosas aos seus "pés"...acho que todas as vezes que fui a Paris fui revê-la... lindas imagens e histórias...ando morrendo de saudades...quem sabe lá por setembro...Beijos..Estive ausente sem internet por dois longos dias.. :-))

 
On 19 de maio de 2009 18:15 , sonia a. mascaro disse...

Que belíssimo post, Maria Augusta. Não conheço Paris mas é um dos meus sonhos... Também não sabia que um dia pensaram em demolí-la...
Ela é mesmo fonte de inspiração, estou aqui me lembrando de quantos filmes já vi em que ela aparece sempre fascinante.

PS: Meu filho comemorou aniversário junto com a Torre! Ele 33 e ela 120!
Bjs.

 
On 19 de maio de 2009 20:01 , ellen disse...

Maria Augusta, me desculpe mas sem querer eliminei o seu comentário junto com o de outro blogueiro também rsssssssss...desculpe! foi sem querer...

mas 'falta de chá'... em portugal quer dizer falta de elegância, falta de educação :)

Um beijinho para si e volte sempre.

 
On 19 de maio de 2009 20:25 , Celia disse...

Lindas as fotos. A Torre é realmente muito bonita. Quando estivemos em Paris, ficamos 4 horas na fila pra subir, mas valeu a pena. A vista lá de cima é maravilhosamente linda. Um dia volto lá. Bjoka pra vc.

 
On 20 de maio de 2009 00:09 , sonia a. mascaro disse...

Maria Augusta, você tem razão! Acho que é mesmo difícil blogar imaginando que ninguém vai ler. É uma maneira hipotética de tentar se soltar e não se inibir ao escrever, talvez... Acho que o caminho do meio é melhor, mesmo.
Beijos!

 
On 20 de maio de 2009 07:59 , Maria Augusta disse...

Elma, ela é o símbolo de Paris e é declinada em várias versões, além dos chaveiros e outros pequenos objetos, atualmente a moda são os sapatos na forma da Torre Eiffel. Até que não são feios, e são originais rs.
Um grande beijo.

Georgia, na época da construção os artistas fizeram um manifesto "barra pesada" criticando a torre. Quem diria que ela se tornaria o que é hoje para os franceses e para o mundo...
Um beijão.

Vi, vivement que tu reviennes en France!. Realmente quando se vem a Paris subir na torre é incontornável . Gosto também de passear ali pelos arredores, o Campo de Marte nesta época, por exemplo, é uma delícia.
Beijos.

Sonia, parabéns ao teu filho pelo aniversário! É verdade que todos os filmes que se passam em Paris mostram a torre, senão nem parece que estão lá rs.
Um grande beijo.

Ellen, não faz mal, depois vou lá ver a solução do enigma.
Um beijão.

Célia, a vista do alto é mesmo maravilhosa, Paris a nossos pés!
Um grande beijo.

 
On 20 de maio de 2009 20:40 , sonia a. mascaro disse...

Maria Augusta, obrigada por suas generosas palavras no blog "O Que Elas Estão Lendo!?".
Acabei de atualizar o Leituras com o primeiro capítulo do livro.
Beijos.

 
On 20 de maio de 2009 22:58 , Aninha Pontes disse...

Ela é imponente e maravilhosa né?
Com qualquer nome, será sempre linda.
Um beijo querida.