11.5.09 | Autor: Maria Augusta

O espaço, a fronteira final. Estas são as viagens da nave estelar Enterprise. Sua missão de cinco anos: explorar novos e estranhos mundos, procurar novas formas de vida, novas civilizações, audaciosamente indo onde nenhum homem jamais esteve....alguém lembra desta frase que abria Star Trek? Eu era fã de carteirinha, vi as reprises e todos os filmes que foram feitos baseados na série. E é claro, não podia perder esta nova versão que saiu na semana passada nos cinemas.

Para quem não conheceu, ela mostrava um universo utópico criado por Gene Roddenberry no século 23, no qual não existiriam mais doenças e a tecnologia seria uma resposta a tudo. Nela o povo da Terra se uniria a populações de outros mundos em torno de uma Federação, que tinha como objetivo promover a paz e defender os planetas participantes contra os invasores. Os heróis da série (foto acima) eram o Capitão Kirk, seu segundo o meio homem-meio vulcaniano Spock, o engenheiro Scott, a tenente Uhura que cuidava das comunicações, o piloto Sulu, o médico McCoy e o cientista Tchecov. A ousadia para a época foram os fatos de que a tenente Uhura era interpretada por uma artista negra e que o cientista Tchecov era russo, em pleno período de guerra fria. A série original durou 3 anos da televisão( foi interrompida por falta de audiência, nem sei se passou no Brasil na época, conheci as reprises), mas deu origem a várias outras, além de livros e filmes.


Nesta nova versão, eles rejuveneceram toda a tripulação procurando manter uma semelhança com os artsitas da série original (foto acima), mostram até a infância do Capitão Kirk e de Spock, o vulcano de orelhas pontudas...Aliás sempre foi meu preferido na série e neste filme também, achei que eles foram muito felizes na escolha do intérprete do jovem Spock, além de carregarem mais no lado humano do personagem, que está em permanente conflito com o lado lógico do vulcano. Mas o antigo Spock interpretado por Leonard Nimoy faz uma aparição, para alegria dos antigos fãs da série.

Quanto ao enredo...ele é bem conduzido, apesar de que as idas e vindas no tempo possuem algumas incoerências, mas quem não conhece a base da história da série original corre o risco de não entender o contexto, não é como " Guerra nas Estrelas", onde eles lembram no início o que aconteceu nos episódios precedentes...mas eles lutam contra o vilão que quer destruir a galáxia e enfrentam mil perigos, o que oferece a oportunidade para efeitos especiais fabulosos. Achei que valeu a pena assisti-lo, se tivesse uma crítica a fazer seria em relação aos diálogos, parecem mais os dum grupo de garotos jogando um vídeo game que duma tripulação tentando salvar o mundo...mas talvez na série já fosse assim e com o tempo fui ficando mais chata rs...





Update 11/05/2009

A querida Luma deixou no seu comentário uma informação preciosa :

"Fiz um post em 2007, se quiser ler - http://luzdeluma.blogspot.com/2007/08/slowdown.html - apesar de que, você já leu porque tem comentário seu lá (rs*) - neste post falo da influencia do seriado nos geeks que comandam o mundo da tecnologia atualmente."

Além disto, neste post ela faz um "desenho animado" baseado nos membros da tripulação da Enterprise, é realmente muito bom. Leia-o aqui.


You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0 feed. You can leave a response, or trackback from your own site.

19 comentários :

On 11 de maio de 2009 12:17 , Eduardo P.L disse...

Nunca achei graça nesse tipo de filme e ficção!Sei que sou um dos poucos! Mas fazer o que?

 
On 11 de maio de 2009 13:48 , João Menéres disse...

Deste lado, está outro raro que não aprecia nem um pouco esse género de ficções...
Que fazer?
-Confessar assumido.

Um beijo, MARIA AUGUSTA.

 
On 11 de maio de 2009 13:57 , expressodalinha disse...

Já somos três. Julgo mesmo que não irei ver o filme, embora visse com frequência a série. Tenho muitas dúvidas quanto à qualidade e oportunismo destas remakes. Há coisas que têm uma altura para serem vistas e o saudosismo não está nos meus planos.

 
On 11 de maio de 2009 14:20 , disse...

ops...eu também,embora goste do genêro ficção nunca fui fã de Star Trek...conhecia os personagens mas nunca conseguia me fixar nos episódios. Já... gostei bem mais de Star Wars...Agora concordo com o Jorge,sempre acho difícil um remake estar à altura do original.Acho que este naõ me pega,mas estou ensaiando ir ver Wolwerine...Será pela beleza e charme de Jackman ???
(rsrsrs)
beijos querida...Post muito bem alaborado como sempre...!

 
On 11 de maio de 2009 17:26 , Maria Augusta disse...

Eduardo, acho que não são poucos a não gostar, a ficção científica é um domínio particular, gosta-se ou detesta-se. Eu gosto, não de tudo, mas livros (e filmes) como Duna, "Guerra nas Estrelas" me agradam bastante.
Abraços.

João, como disse ao Eduardo, parece que não são tão raros assim, é uma questão de gosto, e isto não se discute...
Um abração.

Jorge, este filme trata da primeira viagem da Enterprise, assim como da infância dos tripulantes. Acho que a idéia é mais conquistar um novo público que atrair os saudosistas. Achei que faltou um pouco de "profundidade" nele, mas algumas imagens são maravilhosas, o que faz valer a pena assisti-lo.
Abraços.

Vi, a "Guerra da Estrelas" tem um carater mais "espiritual", a luta da Força contra o Mal, aqueles robôs tão fofinhos, até uma princesa...eu também gosto muito. Este outro que você citou eu não conheço, vou pesquisar.
Um grande beijo.

 
On 11 de maio de 2009 18:22 , Meire disse...

Maria Augusta, eu vi muito pouco Jornada nas Estrelas, nao gostava muito...
Via muito os filminhos que antecederam tipo Perdidos no Espaço.
Bjs

 
On 11 de maio de 2009 18:47 , luzdeluma disse...

Então, antes mesmo de conhecer a série, já tinha ela na minha vida. Engraçado falar isso, nem sempre falo, mas o meu nome foi inspirado em um dos personagens http://migre.me/13Ts - tanto meu pai quanto a minha mãe gostavam da série. Fiz um post em 2007, se quiser ler - http://luzdeluma.blogspot.com/2007/08/slowdown.html - apesar de que, você já leu porque tem comentário seu lá (rs*) - neste post falo da influencia do seriado nos geeks que comandam o mundo da tecnologia atualmente. :P Boa semana! Beijus

 
On 12 de maio de 2009 00:52 , Blog do Beagle disse...

Esse filme eu não perco. Também eu era fã da série e amava o Spock! Outra coisa, obrigada pelo comentário sobre minhas respostas às questões da Meire. Está convidada a passear no Blog do Beagle. Tem de tudo um pouco por lá: comentários pessoais, contos, desbafos e por aí afora. Não verá política, certo? Bjkª. Elza

 
On 12 de maio de 2009 07:07 , Georgia disse...

Maria Augusta, bom dia!!!

Oooooooooba!!! Tanto você como eu gostamos da série e eu nao perdia um sequer. E também era fa do Spock exatamente por ele ter as orelhas pontudas, mas ficava fascinada com o domínio, que nao era frieza de analisar as coisas.

Eu adorei esta série e vou assitir entao esse filme para poder voltar a sonhar...

Um beijo grande e boa semana

 
On 12 de maio de 2009 08:11 , Maria Augusta disse...

Luma, teu post sobre isto está sensacional, com a história em quadrinhos.
Um grande beijo.

Elza, obrigada pela visita e pelo convite, vou lá conhecer teu blog sem dúvida.
Um grande abraço.

Georgia, você vai gostar do filme então, o novo Spock tem até namorada, é bem mais humano do que na série, e as imagens são maravilhosas...
Um beijão.

 
On 12 de maio de 2009 12:11 , Aninha Pontes disse...

Sou mais uma, que nunca gostou.
Este eu passo, não saberia o que comentar.
Beijos querida.

 
On 12 de maio de 2009 17:51 , sonia a. mascaro disse...

Querida Maria Augusta,
Adoro cinema, mas confesso que nunca assisti a esse filme. Ele nunca me atraiu... mas vou dar uma chance a ele, haja vista os inúmeros fãs!
Vou voltar com mais calma para saborear esse seu post.

Obrigada pelas carinhosas palavras no meu post "Até mais". Felizmente está tudo bem comigo, o principal motivo é mesmo falta de tempo para postar e pesquisar, pois estou atualizando dados para a nova edição de um livro que escrevi para a Coleção Primeiros Passos, da Editora Brasiliense, chamado O Que é Velhice. Mas como alguém já disse que uma vez blogueiro, sempre blogueiro, pode ser que mais cedo do que eu mesma imagine, estarei com um novo blog.
Um beijão para você.

PS: A Georgia e a Flávia do blog O Que Elas Estão Lendo, fizeram uma entrevista comigo para a seção Entrevista Com Autores, com a qual fiquei muito contente e lisonjeada. Assim que for postado, eu aviso você.

 
On 12 de maio de 2009 20:18 , Laura Diz disse...

Chèrie, o Eduardo foi lá estes dias e disse que vc me recomendou enfaticamente.
Eu conheço o E.há anos,ele se esquece de mim, não registra. Já nos falamos algumas vezes, ele participou de blogagens que eu coordenei,estas coisas.
Vou lá de vez em qdo, coloquei o post de Chico Buarque lá com link- a historinha de Cataguases...ele comentou no blog dele.
Obrigada por me indicar.
Eu ando meio esquecida pelos blogueiros, já fui mais lembrada,deve ser porque não tenho circulado mto, ando cansada- envelhecer cansa :)
quem disse que é a melhor idade?
uma ova!
e sobre esta série, nunca consegui ver, não gostava. Mas sei que tem fãs ardorosos. Tb não gosto de ficção científica- este guerra nas estrelas, vi e quase dormi, apenas achei bonito os efeitos e as figuras hhihihi
fui levar os meninos, ainda pequenos.
Gosto de filme sobre gente, de preferência dramas psicológicos.
bjs Laura

 
On 12 de maio de 2009 23:59 , sonia a. mascaro disse...

Maria Augusta, vou alugar o filme antigo! Seu post me animou a vê-lo.
Bjs.

 
On 13 de maio de 2009 08:11 , Georgia disse...

Passando para te desejar um dia iluminado.

Bjos

 
On 13 de maio de 2009 10:06 , Maria Augusta disse...

Aninha, obrigada pela visita, um grande beijo para você.

Sonia, temo que um filme se não se conhece o contexto da série possa não agradar. Mas espero que goste assim mesmo. Você vai fazer falta na blogosfera, mas como você disse, um dia vai voltar...Por outro lado fico contente em saber que está escrevendo um livro. Ficarei atenta para não perder sua entrevista no "O que elas estão lendo".
Beijos.

Laura, comentei lá no Varal que teus minicontos são maravilhosos, o que é verdade. Você tem razão quando diz que as visitas que recebemos depende das visitas que fazemos, mas não quando diz que está velha. Quem escreve como você não tem nada de velha...
Um beijão e obrigada pela visita.

Georgia, um lindo dia para você também.

 
On 13 de maio de 2009 21:09 , Lunna Montez'zinny disse...

Boa tarde Maria Augusta, olha, eu assisti esse seriado numa reprise, quando foi ao ar eu nem era nascida e juro que sei pouco (bem pouco) sobre o seriado. Eu sei apenas algumas informações sobre o bom e velho capitão... Eu gostei dos episódios (adoro ficção ciêntifica) mas não sei se porque assisti tantos filmes e seriados do gênero, mais atualizados no gênero que achava que o roteiro em si era meio fraco. Quando os personagens voltam no tempo por exemplo, o episódio foi muito legal, mas em Stargate por exemplo, os detalhes são mais ricos e as informações mais lúcidas, pelo menos do ponto de vista da ciência.
Mas ainda assim eu gosto muito do seriado, mas confesso que falta-me vontade para assistir ao filme.
Beijos carissima

 
On 14 de maio de 2009 02:11 , denise rangel disse...

Pois eu adoro demais! Devia ser proibido falar mal da série, hehe. Amo o Spock, via e revia todas as reprises. Até hoje, vejo a antiga e anova geração. Ainda não vi o filme, mas devo fazê-lo esta semana.
beijo, menina

 
On 4 de junho de 2013 23:50 , Anônimo disse...

Hi there! I know this is kinda off topic however , I'd figured I'd ask.

Would you be interested in exchanging links or maybe guest authoring a blog post or
vice-versa? My site covers a lot of the same subjects as yours
and I think we could greatly benefit from each other. If you're interested feel free to shoot me an e-mail. I look forward to hearing from you! Excellent blog by the way!

My web page - natural cellulite treatment