26.5.09 | Autor: Maria Augusta

Dando continuidade à série de projetos apresentados pelos arquitetos para a remodelagem de Paris para o futuro (lembrando que os critérios impostos pelo governo foram o desenvolvimento sustentável, a coerência dos meios de transporte e a abolição dos guetos existentes) depois da proposta de Jean Nouvel, é a vez do projeto de Roland Castro. Este arquiteto, que milita ativamente nos meios políticos da esquerda francesa, e é o fundador do Movimento de Utopia Concreta, apresentou um projeto voltado principalmente para a valorização da periferia de Paris, que ele caracterizou como sendo a Grande Paris "dos poetas, da deriva, da flânerie e da viagem".

O porto de Genevilliers receberia uma Opera como a de Sidney e um "Ecoplaneta",
centro de pesquisas ligadas ao meio ambiente

Segundo ele, o coração de Paris se estende sobre uma área de 10 km por 10 em torno de seu centro. Neste espaço se concentram a administração da cidade e do país e a vida econômica e cultural da capital francesa. Ele deseja estender estas atividades a uma área cujo diâmetro seria 30 km por 30, criando uma "centralidade periférica" com transferência dos poderes políticos e administrativos para os atuais subúrbios, assim como a instalação nestes de teatros e museus, eliminando assim a distorção atual que concentra a atratividade de Paris no seu centro histórico.

O Eco Planeta no porto de Genevillers

Para permitir o fim do isolamento destas zonas periféricas, ele propõe 3 anéis de tramways, entre eles uma grande coroa, barcos-ônibus nos rios Sena e Marne e também acessos mais rápidos aos diversos bairros por meio de um metrô aéreo automático, além de um outro anel rápido unindo Orly-Roissy-La Défense. Um porto em Roissy também é previsto, para que o abastecimento da cidade seja feito por via fluvial. Coloquei no diaporama abaixo mais alguns detalhes do projeto do gabinete Roland Castro, que trabalha em associação com as arquitetas Sophie Denissof e Silvia Casi.







Para ver mais todos os detalhes deste projeto assim como os dos outros arquitetos clique aqui.




Categoria: , |
You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0 feed. You can leave a response, or trackback from your own site.

12 comentários :

On 26 de maio de 2009 14:30 , Diz disse...

Merci chèrie pela força.
Salut!
eu tenho dificuldade em ver a Paris do futuro porque gostei tanto que quero congelar as imgs vistas na memória. Bjs Laura

 
On 26 de maio de 2009 14:32 , Eduardo P.L disse...

Paris sempre na vanguarda!

 
On 26 de maio de 2009 15:40 , disse...

...por mais que eu ame Paris como é...não dá para não admirar estes projetos...como diz o EDuardo ...Assim Caminha a Humanidade...temos de caminhar!!!
Vc sempre na vanguarda ...da notícia !!! Bjs

 
On 26 de maio de 2009 16:04 , Georgia disse...

Eu acredito que esses projetos deixarao Paris mais elouqüente do que nunca. Paris é a cidade do Glamour, tem um cheiro próprio que é só dela. Tanto faz se alguém coloca uma torre de ferro como é a Torre Eifel ou muito verde. A verdade é que tudo ali entra no tapete vermelho da vida e explode em luzes e cores.

Eu estou curiosa para saber como vai ser a cidade num futuro bem próximo.

E mais uma vez Paris sai na frente, para uma nova era.

Belo post.

Um beijo grande

 
On 26 de maio de 2009 18:42 , Marco disse...

Engraçado, lembro que quando começaram a imaginar a São Paulo do futuro todos torceram o nariz, mas hoje São Paulo tem essa marca, o futuro parece chegar primeiro aqui. E acho que Paris também tem um pouco disso, afinal, a cidade paulista também teve suas vilas e ruas parisienses. Não sei se é do seu tempo, mas é do meu.

 
On 26 de maio de 2009 22:32 , expressodalinha disse...

Muito interessante mesmo. Fico alucinado com estas reurbanizações. Acho que vão perdendo a humanidade, mas são impressionantes.

 
On 27 de maio de 2009 05:08 , Luma disse...

Oras, uma nova Paris! Espero que preservem a História! Acho interessante a tentativa de aproximar o suburbio do resto da cidade, assim a cidade desenvolve igualmente. Acabarão com os guetos? Beijus

 
On 27 de maio de 2009 08:34 , Meire disse...

Nossa, nem da' pra imaginar.
Na minha opiniao Paris e Roma sao cidades intocaveis.

Bjs

 
On 27 de maio de 2009 09:46 , Maria Augusta disse...

Laura, pelos projetos deste arquiteto ela vai continuar assim, as mudanças que ele propõe são para a periferia para que ela se torne tão atraente quanto o Centro.
Beijos.

Eduardo, é verdade, pelo menos nas idéias...
Abraços.

Vi, também gosto de ver essas projeções visando a melhoria da vida dos habitantes, temos que caminhar, como você disse.
Um beijão.

Georgia, ela é glamour no seu Centro, no subúrbio ela é muito feia, e este estudo do governo tem como um dos objetivos eliminar esta diferença. Parece que as obras vão começar num futuro próximo.
Um grande beijo.

Marco, me lembro da época das vilas em São Paulo, é verdade que desapareceram para dar lugar aos arranha-céus. Lembro também dos casarões na Paulista...
Abraços.

Jorge, um dos objetivos é de rehumanizar, mas com estas estruturas grandiosas as pessoas se sentem pequeninas...
Um grande abraço.

Luma, eles são muito apegados à história e ao patrimônio, certamente isto vai ser conservado. Uma das metas das mudanças é eliminar os "guetos"...
Beijos.

Meire, eles não vão tocar nos edifícios históricos, isto é impensavel. Vão tentar "abrir espaços" entre eles, ou na periferia...
Um beijão.

 
On 28 de maio de 2009 23:33 , Lino disse...

Muito interessante que o Governo francês esteja querendo pensar o futuro. Enquanto isso, por aqui, não pensamos nem no presente, mas deveríamos seguir o bom exemplo.

 
On 29 de maio de 2009 01:53 , Selena Sartorelo disse...

Olá...
Não conheço Paris mais do que as imagens me mostram, acho-a linda, mas mais linda são essas imagens que num futurismo incrível resgata um objetivo genial.
Ficou linda em idéias e projetos.

Um projeto que merce uma extensão mundial.
Um momento histórico sem exageros, basta olhar.

Beijos e obrigada por compartilhar o mundo com esse momento.

 
On 29 de maio de 2009 03:38 , sonia a. mascaro disse...

Olá Maria Augusta,
Estou passando aqui rápidamente para dar um boa noite para você, agradecer sua visita e dizer que não vou dar continuidade por enquanto ao Ecological Day. Inclusive vou colocar essa informação no Leaves of Grass e no Leituras, para os amigos que sempre participaram e se interessam. Volto amanhã para ler com calma o seu post. Passei o dia fora e só agora estou abrindo o computador.
Beijos e até mais.