11.9.09 | Autor: Maria Augusta

Talvez por ter nascido e vivido a maior parte da minha vida em uma cidade grande, adoro paisagens urbanas. E quase por acaso descobri o trabalho desta fotógrafa, que consiste em paisagens noturnas de várias cidades do mundo. Simplesmente suntuoso! Sobre ela descobri muito pouco, ela se chama Floriane de Lassée, nasceu em 1977, vive e trabalha em Paris e apesar de jovem já apresentou exposições em vários paises. Mas as fotos dizem tudo, clique na foto abaixo e depois nas seguintes, garanto que vale a pena.

Tóquio- Floriane de Lassée


E bom fim de semana para todos!


Categoria: |
You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0 feed. You can leave a response, or trackback from your own site.

17 comentários :

On 11 de setembro de 2009 01:49 , Kovacs disse...

Chama a atenção o contraste entre o novo e o antigo, a intimidade e o público (principalmente naquela foto do nu ao lado da janela). Maravilhosas fotos e excelente postagem como sempre, sou seu fã (mas nem preciso repetir, não é?).

 
On 11 de setembro de 2009 07:46 , Georgia disse...

Gostei muito das imagens Maria Augusta.
Gostei sobretudo da luz que ela sempre usaou nas imagens para dar brilho. Talvez entre o passado e o presente.
Gostei da transparência através dos vidros.

Um lindo fim de semana prá vocês que vai ser de sol.

Beijos

 
On 11 de setembro de 2009 11:53 , Aninha Pontes disse...

São mesmo muito bonitas.
Para pessoas com tanto talento assim, eu confesso, tiro meu chapéu.
Querida, que você tenha um bom e feliz final de semana.

 
On 11 de setembro de 2009 15:02 , Marco disse...

Um excelente olhar sobre as cidades, conheço alguém que vai sorrir quando ver essas fotos. Bom fim de semana pra você também.

 
On 11 de setembro de 2009 22:33 , Selena Sartorelo disse...

Olá Maria Augusta, Gostei muito dessas fotos, acho que é por que gosto das luzes que a noite tem.
Olhar os mesmos lugares com a luz do dia tem outros sentidos eu acho, você concorda?

Luzes da cidade com muita sensualidade
é feminino o cheiro que exala.
Luzes da cidade
de sentida nostalgia, confirmada solidão, seja qual for a emoção, essa é sentida em silêncio.
Luzes da cidade vista, em tamanhos e dimensões. Um movimento constante, dando a sensação que a luz condensa uma energia misteriosa e encantadora.
É como ver a luz natural que a noite tem misturada a artificial que nos conforta e nos transforma.
Luzes na imensidão que transmite beleza perfeita que o olho vê.
O que mais me chamou a atenção foram os detalhes fortes mas postos com tanto requinte, elegância talvez seja a palavra correta. Fotografou a atualidade, a modernidade e também os sentidos.
Bom final de semana para você também...beijos

 
On 11 de setembro de 2009 23:30 , João Menéres disse...

Olá, MARIA AUGUSTA!

Cá estou meio de volta.
Apreciei o slideshow das vistas nocturnas da FLORIANE, naturalmente.
Também gostava de deixar a minha opinião: aquela de que mais gostei foi uma mencionada pelo KOVACS, ou seja, a nº 9, de Las Vegas.
Embora me pareça tratar-se de uma sobreposição, tal facto não retira o mérito à criatividade da fotógrafa.
Em muitas das outras, pelo contrário, há superfícies sobre-expostas que as desvalorizam (e era bem fácil corrigir muito desse defeito técnico,,,).
Agradeço o ter apresentado aqui esta ainda jovem fotógrafa.

Um beijo.

 
On 11 de setembro de 2009 23:39 , Eduardo P.L disse...

Grande descoberta! Parabéns! Gostei de conhecer!

 
On 12 de setembro de 2009 01:12 , Wania disse...

Todas lindíssimas!

Uma fotógrafa de muito talento!
Belo post, como sempre!
Gostei demais...

Bjs, Maria Augusta

 
On 13 de setembro de 2009 08:33 , Maria Augusta disse...

Kovacs, realmente ela captou bem esta dualidades das grandes cidades, principalmente a barreira entre a intimidade e o dominio publico, que um simples olhar ou uma máquina fotográfica pode quebrar.
Um abração.

Georgia, a fotografia esta se tornando uma arte , os efeitos que ela permite são incriveis, o fotografo pode sublimar sua criatividade.
Um grande beijo.

Aninha, ela é muito jovem mas já tem talento de sobra, né? Obrigada pela visita e um grande beijo.

Marco, acho as cidades fascinantes pelos seus contrastes, onde o individual e o coletivo jogam um balé estranho e fascinante. Sei que você esta falando de sua namorida Lunna, que tem um olhar muito especial em relação às cidades.
Um abração.

 
On 13 de setembro de 2009 08:45 , Maria Augusta disse...

Selena, você tem toda razão, a luz do dia ou da noite faz com que mudemos completamente nosso olhar sobre um lugar. As luzes da noite ressaltam este sentimento de solidão e de "pequeneza" que sentimos diante da cidade grande.
Obrigada pelo lindo comentário e um beijão.

João, com teu olho de expert você nos mostra as qualidades e os defeitos destas fotografias, que com a criatividade desta jovem fotógrafa nos trouxe, obrigada.
Um abração e benvindo de volta.

Eduardo, que bom que você gostou.
Um grande abraço.

Wania, ela realmente tem um olhar muito especial para conseguir mostrar de modo diferente estas cidades que já foram tão fotografadas.
Um grande beijo.

 
On 13 de setembro de 2009 20:19 , Lunna disse...

Boa tarde Maria Augusta, estava aqui me deliciando com a paisagem urbana e lembrando do quanto eu gostava de ficar ausente das "cidades" lá em Genova, sentada no alto admirando os pontos luminosos e imaginando o significado de cada uma daquelas luzes. Lembro uma ocasião em especial que minha mama e eu estavamos voltando de trem pra casa e houve um daqueles apagões e ficou tudo infinitamente escuro, mas como a noite estava lindo, o céu ficou em foco e fiquei com aquela estranha sensação de que a beleza urbana que eu tanto amo apagam as nossas estrelas que eu também amo.
Adorei as fotos da Floriane de Lassée e como você também não a conhecia e vou eu atrás de saber mais. Grata pelo presente... Beijos

 
On 13 de setembro de 2009 20:30 , Mariana disse...

sublime

 
On 13 de setembro de 2009 21:33 , Celia disse...

Simplismente lindas. Todas elas. Que trabalho bonito o dela. Boa semana pra vc. Bj

 
On 14 de setembro de 2009 07:37 , Georgia disse...

Bom dia Maria Augusta,

que bom que estás de volta!

Obrigada pelo carinhoso comentário na Saia Justa.

Te desejo uma linda semana

Um beijo grande

 
On 14 de setembro de 2009 13:39 , ElmaCarneiro disse...

Bom dia Maria Augusta
Lindas fotos e gosto muito de paisagens urbanas com a iluminação a noite.
Algumas mostram algum movimento nas ruas pelos reflexos dos faróis dos carros, mas a maioria transmite muita paz.
Obrigada pela visita querida.
Desejo uma boa semana para você.
Beijooo

 
On 15 de setembro de 2009 01:28 , sonia a. mascaro disse...

Que beleza de fotos, Maria Augusta! Luzes, brilhos, cores... expressam bem as paisagens urbanas. Não conhecia a artista e gostei demais. Você sempre descobrindo coisas novas e nos surpreendendo!
Beijos.

 
On 15 de setembro de 2009 08:44 , Maria Augusta disse...

Lunna, é verdade, as luzes urbanas nos impedem de ver as luzes do céu, mas ambas nos maravilham e nos iluminam, não é mesmo?
Um grande beijo.

Mariana, obrigada pela visita, volte sempre!
Abraços.

Elma, é um momento privilegiado nas grandes cidades, quando o movimento para e diminui e só restam as luzes.
Um grande beijo.

Sonia, que bom que você gostou, você e sua família tiram fotos maravilhosas, logo deve conhecer o trabalho que há por trás delas.
Um beijão.