28.5.10 | Autor: Maria Augusta

Você assistiu o filme "Alice no Pais das Maravilhas" de Tim Burton? Entre outras coisas, o que me impressionou nele foram os trajes dos personagens e o quanto eles são importantes para o ambiente que se quer criar em um filme. Segundo as palavras da "customière" Colleen Atwood que os concebeu foi um verdadeiro desafio criar o contraste entre o mundo real e o mundo virtual no qual mergulhava Alice. Por exemplo, para ela, no mundo real seu vestido era clássico da era vitoriana, mas no mundo virtual como Alice mudava de tamanho indo da "miniatura" a gigante, as roupas e os tecidos usados para realizá-las deviam seguir as metamorfoses assim como as situações : no filme, quando seu tamanho aumentou a Rainha Vermelha mandou fazer seu vestido a partir de uma cortina.

Quanto ao Chapeleiro Louco, houve uma grande participação do próprio Johnny Depp na concepção do chapéu e dos trajes, foi ele que sugeriu que o chapéu mudasse em função de seu humor. Quanto à malvada Rainha Vermelha, sua roupa foi inspirada no coração do naipe "copas" das cartas de baralho, sempre com certa vulgaridade para associá-la à maldade. Para a Rainha Branca, a boazinha, ela desenhou um vestido cintilante coberto de flocos de neve de seda evocando a delicadeza do personagem. Anne Hathaway, a artista que interpretou este personagem declarou : "Foi o vestido mais majestoso e frágil que já usei em toda a minha vida...Se alguém sonha em ser princesa é o vestido que deve usar".

E este filme de Tim Burton não é o único no qual os artistas se vestem de roupas de sonho, muitas vezes concebidas pelos mestres da alta costura para se transformar nos seres dos contos de fadas. Vejam mais alguns exemplos no diaporama abaixo :










Mudando de assunto : Amigos que me visitam, vocês devem ter percebido que a frequência das postagens está bastante aleatória por aqui. É que estou sentindo que o formato do CCCJ está precisando de uma renovação e por enquanto ainda não descobri uma nova fórmula. Vou continuar procurando, pois gostaria de manter sempre aberta esta (ou outra) sala de visitas virtual, este diálogo que mantemos aqui é precioso demais para ser interrompido. Por enquanto, espero contar com a compreensão de vocês neste período de transição...

Categoria: |
You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0 feed. You can leave a response, or trackback from your own site.

17 comentários :

On 28 de maio de 2010 19:00 , Eduardo P.L disse...

Não só compreendo como apoio essas RENOVAÇÕES! O que não tenho dificuldade para aceitar é pessoas DESAPARECEREM, como muitos (as) de nossos amigos (as).

Quanto ao post, não assisti ao filme, e esses detalhes da produção não me fazem a cabeça! Na verdade, não vou assistir!

 
On 28 de maio de 2010 21:49 , sonia a. mascaro disse...

Estou curiosa para ver o filme e apreciar os trajes, que parecem muito lindos e bem produzidos. Penso que vai ser mais fácil eu alugar um DVD... pois em Avaré existe apenas um cinema.

Renovar é sempre bom... Mas o importante é que esta sua sala de visitas virtual é deliciosa de visitar!
Bjs.

 
On 29 de maio de 2010 00:03 , Wania disse...

Oi, Maria Augusta

Eu amei a Alice do Tim Burton! Gostei de tudo e tb me impressionei com o figurino. Não deve ser fácil vestir fadas... precisa ser meio mágico e isso todos estes figurinistas o são!

Lindo post do início (título) ao fim!




Bj grande

PS: uma repaginada sempre é bom... aguardaremos as novidades que não devem ser poucas vindo de quem vem :)

 
On 29 de maio de 2010 12:20 , Maria Augusta disse...

Eduardo, que bom que você apoia o CCCJ nesta fase de transição, fico contente.
Abraços.

Sonia, acho que o filme em DVD não deve tardar, Avatar não é tão antigo e já pode ser encontrado neste suporte. Você não terá a D, mas acho que o filme vale a pena assim mesmo.
Um grande beijo.

Wania, como você disse, não deve ser fácil vestir fadas. Mas de coisas encantadas você entende, com seu Encantaventos... Quanto ao novo formato, por enquanto estou em falta de inspiração, obrigada pela paciência de todos os amigos que passam por aqui.
Beijos.

 
On 29 de maio de 2010 12:55 , Georgia disse...

Maria Augusta, senti sim a tua ausência, mas sei também que nossa vida real precisa caminhar com sucesso, rs.

Eu nao assisti ao filme, ms estava doida para vê-lo. Criancs pequenas em casa e na falta de uma baby siter, dificultam em muito essas coisas, pois os nossos programas sao acompanhados em 4.

Já a própria estória da Alice enfatiza muita fantasia e acredito que esse filme deve ser maravilhoso só de ver o visual.

Agora com a sua dic fiquei mais fscinada ainda.

Um beijo grande e bom fim de semana

 
On 29 de maio de 2010 15:37 , Celia disse...

Oi M.Augusta. Andei meio sumida, com visitas de familiares aqui em Estocolmo. Só agora estou podendo visitar meus amigos queridos.
Ainda nao vi o filme, mas penso ver em breve.
Um bom fim de semana pra vc. Bj

 
On 29 de maio de 2010 17:29 , endim mawess disse...

otimo post augusta, acho que vai levar a estatueta. Adorei o filme

 
On 30 de maio de 2010 16:53 , Maria Augusta disse...

Georgia, é verdade que o tempo para blogar está cada vez mais escasso, mas é tão bom, não é mesmo? Quanto ao filme, você pode levar as crianças, não achei nada de chocante nele.
Beijos.

Célia, bom fim de semana para você também.
Um grande beijo.

Endim, obrigada pela visita e pelo comentário, volte sempre.
Abraços.

 
On 30 de maio de 2010 17:04 , Marco disse...

Ainda não assisti o filme por causa do tempo. Eu li o livro anos, mas não sou exatamente fã dessa história.

Também estou pensando em dar uma remodelada na Casa do Mago que andou meio parado também por causa do fator tempo. Mas estou esperando as novidades. Grande abraço

 
On 30 de maio de 2010 18:31 , Francy´s Oliva disse...

É sempre bom renovar...Faz bem aos olhos e a alma,não assistir o filme alice e ainda estou em dúvida se irei assistir.Pois não sou muita fã.
Beijos e um ótimo dia.

 
On 31 de maio de 2010 08:16 , Lunna Guedes disse...

Eu ía sair em silêncio, mas resolvi deixar aqui o meu abraço, ando com saudades de tuas palavras, mas a vida e feita de momentos, não é mesmo? As vezes a gente precisa fazer uma pausa.
Sempre que ouço ou leio sobre fadas me lembro de Sophie de Mello que tinha dizeres interessantes sobre as fadas. rs
Mas confesso que o termo vestí-la não me alcança. A minha ilusão não entrega roupas a essas criaturas. kkkkkkkkkk Então por isso imagino ser mesmo difícil vestí-la. Bacio carissima e que teu regresso seja breve, não nos deixe carente, viu?
Pra quem ia sair em silencio, acho que já falei demais.rs

 
On 31 de maio de 2010 09:55 , Maria Augusta disse...

Marco, essa história é uma continuação da do livro, com a Alice já entrando na fase adulta. O filme é interessante pela magia dos cenários, principalmente quanto visto em 3D. Também aguardo as novidades na "Casa do Mago".
Abraços.

Francy's, é verdade que sempre desconfiamos dos filmes com muito suporte publicitário. Mas neste devido às novidades técnicas apresentadas achei interessante falar também sobre como foi feita a concepção dos trajes, que são tão importantes para se criar uma atmosfera.
Um beijão.

Lunna, é preciso muita imaginação para vestir as fadas, não é mesmo? rs. Quanto àas pausas, elas são necessárias para se redirecionar e seguir em frente, você tem razão.
Um grande beijo.

 
On 1 de junho de 2010 09:06 , Georgia disse...

Maria Augusta, bom dia!!!

Eu tb nao coloco os tomates na geladeira nao. Eles têm muito mais sabor e duram mis tempo se os deixarmos na fruteira, rs.

Bjao

 
On 1 de junho de 2010 20:17 , marialynce disse...

Olá Maria Augusta!
Como compreendo as suas pausas! Eu também (como já deve ter dado por isso...) ando meio afastada das navegações. Há alturas em que, para além das muitas solicitações do trabalho e família, apetece dar mais valor ao mundo real, permanecer um pouco mais "acordada", passar mais tempo com um livro, filmes, música, museus, passeios... É claro, mais cedo ou mais tarde voltamos às teclas...

O seu post está bonito, claro, é sempre bom ver coisas lindas e surpreendentes. Vi o filme, adoro a (s) história (s) desde pequena, mas talvez tenha ficado um pouco desiludida.

Aguardo as suas inovações, mas tenha calma, não deixe as teclinhas mandarem em você!rsrs...

Um grande beijo e até breve!

 
On 2 de junho de 2010 01:00 , expressodalinha disse...

Concordo com o Eduardo qt às mudanças. Gostei de saber destes detalhes do vestuário. É uma nova abordagem do filme. Qt ao filme, não gostei.

 
On 2 de junho de 2010 01:39 , ~*Rebeca e Jota Cê*~ disse...

Adorei!

 
On 15 de junho de 2010 00:46 , José Sousa disse...

Olá... estive lendo o que escreveu nesta postagem. Gosto de tudo em seu blog. Mesmo que não comente, estou acompanhando o que escreve. Vá aos meus www.queriaserselvagem.blogspot.com e procure, no mês de Fevereiro; -"A minha luta". Deixe lá o seu comentário. Mas pode e agradeço que comente em todos os sitios.

Vá tambem até ao: www.congulolundo.blogspot.com

Leia, comente e divulgue.

Um grande abraço, siga-me que eu o seguirei.