8.5.10 | Autor: Maria Augusta

Aqui na Europa a semana foi assim : falou-se da crise grega que ameaça contagiar outros paises e que fez a taxa de câmbio do euro despencar nas cotações...falou-se de novo no vulcão islandês que continua a expelir cinzas que continuam a fechar o espaço aéreo que elas atravessam. Comentou-se bastante também sobre os problemas do outro lado do Atlântico como a maré de petróleo que ameaça as costas americanas ou do outro lado do canal da Mancha, como as eleições na Inglaterra. Um item mais ameno da atualidade foi o eco da abertura da exposição universal de Xangai que ocorreu na semana passada na China e do sucesso da "operação charme" lançada pelos franceses para reconquistar este país. Sim, porque depois de vaiar a chama olímpica em sua passagem por Paris e de receber o dalai lama, a imagem da França estava meio desbotada no Império do Meio...e como todos sabem que comerciar com a China hoje em dia é imprencidível para qualquer país, era preciso "redourar a pílula".

E para isto não foram poupados esforços para a construção do pavilhão francês para a exposição de Xangai. O arquiteto vencedor do concurso realizado para sua concepção foi Jacques Ferrier, com o projeto intitulado " A cidade sensual" pois segundo os criadores a exposição fará com que os visitantes experimentem os "sete sentidos", ou seja, além dos cinco normais que são a a visão, a audição, o olfato, o toque, o sabor, foram incluidos também o equilíbrio e o movimento, critérios muito valorizados pelos chineses. E estes sentidos seriam sensibilizados por meio dos produtos franceses expostos : gastronomia, perfumes, etc., além do "alimento para o intelecto" que não é negligenciável : o museu d'Orsay emprestou 6 obras (5 pinturas e uma escultura) : «l’Angélus» de Millet, «le Balcon» de Manet, «la Salle de danse à Arles» de Van Gogh, a «Femme à la cafetière» de Cézanne, «la Loge» de Bonnard, «le Repas» (também chamado «Les bananes») de Gauguin et «l’Age d’Airain» de Rodin.

Tendo em mente os critérios do desenvolvimento sustentável o arquiteto propôs um quadrilátero de 6000 m2 cuja estrutura é uma mantilha feita com um concreto muito leve que "flutua" sobre um espelho d'água. Em seu centro foram colocados "jardins à la francesa", mas suspensos e na posição vertical, lembrando um circuito impresso informático, no espírito de ligar a tradição à modernidade. O pavilhão composto de 3 andares contem um auditório, 2 restaurantes gastronômicos, sendo um deles é o 6Sens dos chefs estrelados Jacques & Laurent Pourcel, cujos pratos trazem as cores, odores e sabores da cozinha do Mediterrâneo. O custo total deste pavilhão foi de 50 milhões de euros, sendo que o financiamento foi 50% dos cofres públicos franceses e 50% pago pelas empresas. A inauguração contou com a presença do presidente francês e de sua esposa Carla (cuja presença foi muito apreciada, a fanfarra chinesa até tocou 2 músicas dela) e também de Alain Delon (que é adorado na China), padrinho do pavilhão.

Mas o que achei mais interessante é que durante toda a duração da exposição os casais que desejarem podem realizar um "casamento romântico" no pavilhão França, concorrendo assim a uma viagem de lua de mel em Paris. Pas mal, n'est-ce pas?


Veja alguns pavilhões de outros paises na Exposição Universal de Xangai aqui .



You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0 feed. You can leave a response, or trackback from your own site.

17 comentários :

On 8 de maio de 2010 15:39 , João Menéres disse...

Postagem valiosa que mostra e nos ensina muita coisa.
A ideia do CASAMENTO ROMÂNTICO é fantástica!
O charme francês em pleno!

Obrigado MARIA AUGUSTA !

Um beijo.

 
On 8 de maio de 2010 16:13 , Eduardo P.L disse...

Como já disse o MESTRE João, acima, post muito interessante! Aliás, como sugestão, por que não fazer TODO sábado uma RESENHA dos assuntos da semana, na Europa, com ênfase para os comentados na França!
Parabéns pelo post!
Respondendo sua pergunta de como excluir SEGUIDORES indesejaveis, basta ir:
Painel
Lista de Leitura
Administrar. Entrar escolher o blog desejado ( ou indesejável) e EXCLUIR!
Mas fácil do que passar a SEGUIR!

Bom fim de semana!

bjs

 
On 8 de maio de 2010 22:10 , Georgia disse...

Boa noite Maria Augusta!

Pois é, esses assuntos que você foca logo na abertura do seu post foi o nosso assunto ontem na hora do jantar, contornados com uma taca de vinho tinto. Daniel, companhou bem o raciocínio da coisa e de como o mundo das acoes vivem com seus altos e baixos.

Interessante a "cidade sensual", e toda essa exposicao.

Concordo com a idéia do Edu. Uma síntese do que ocorreu na Europa durante a semana seria algo bem interessante, rs.

Um beijo grande e bom domingo

 
On 9 de maio de 2010 08:55 , Maria Augusta disse...

João, os franceses contestam ostensivamente a política da China em relação aos direitos humanos, mas ao mesmo tempo precisam vender coisas para eles. Então tiveram que caprichar nesta exposição e usar o romantismo que a cultura francesa inspira, daí a idéia dos casamentos, parece que já começaram.
Um abração.

Eduardo, é uma boa idéia, pensei nisto escrevendo este post. NO momento minhas postagens estão irregulares pois estou com pouco tempo, mas quando elas cairem no final de semana vou encaixar um resumo da atualidade vista do lado de cá. Obrigado por me dizer como bloquear os seguidores indesejados. Normalmente faço a publicidade para os negócios dos amigos com o maior prazer, mas quando é alguém desconhecido e de cuja empresa nunca ouvi falar, e além disto não pediu autorização, não acho normal se introduza entre os seguidores para fazer publicidade.
Abraços.

Georgia, a Europa está na "corda bamba" com este problema da Grécia, e com a mundialização pode arrastar o mundo todo com ela, e mais uma vez é por culpa dos especuladores, não é mesmo? Que loucura!
Beijos para vocês.

 
On 9 de maio de 2010 15:36 , Celia disse...

Muito bom seu post M Augusta. Se ja nao fosse casada, iria realizar esse casamento romantico, pra concorrer uma viagem a bela Paris.
Boa semana. Bj

 
On 10 de maio de 2010 16:25 , sonia a. mascaro disse...

Que espetáculo, Maria Augusta! Quanta imaginação e capacidade de realização também! Bem escolhido o nome "A cidade sensual". Ótimo este post, como sempre!

Incrível ver que Alain Delon (sempre o achei belíssimo) é ainda um ícone, mesmo já na terceira idade... Sabe que o vi pessoalmente em 76, quando da inauguração de uma boate Regine's, em São Paulo? Sentado numa mesa bem ao lado da minha... Ele estava com sua mulher na época, Mireille Darc. A atração foi também Charles Aznavour.

Obrigada pelo seu carinhoso comentário no meu post do Dia das Mães.
Beijos e uma ótima semana.

 
On 10 de maio de 2010 16:47 , Marco disse...

Acho que a tendência natural é o caos, não acha? Afinal, é fato que é preciso o caos completo antes de tudo se reorganizar.
Mas acho lamentável essa inevitável negociação com a China por vários motivos. São Paulo vive sendo sufocado pelos produtos desse país e os chineses parecem reinventar e muito bem o tal jeitinho brasileiro (que eu tanto desprezo).
Enfim, é aguardar para ver, a economia mundial parece que vai indo de mal a pior e não é só a Grécia que navega em águas tempestuosas.
Quanto ao salão da França lá na China, eu ainda não tinha lido sobre, mas gostei das novidades.
A Lu sempre fala dos jardins franceses e diz que são dos mais belos do mundo, então dá pra imaginar um pouquinho do que foi levado pra lá.
Boa semana e grande abraço

 
On 10 de maio de 2010 18:28 , Lunna Guedes disse...

Eu li um pouco sobre o tema dias atrás, mas foi bem antes de tudo começar por lá.
E o mundo está em crise por causa de uma crise logo ali. A Europa vire e mexe fica no chão e eu fico pensando no que mais teremos nos próximos dias, afinal, o ano ainda é "novo".
Concordo com o mio amore que disse que lamenta os negócios com a China porque muita coisa que vem de lá é de dar pena por vários motivos.
Eu adoro os jardins franceses, mas gosto deles na França, não na China. rs
Bacio carissima

 
On 11 de maio de 2010 10:25 , Maria Augusta disse...

Célia, foi uma boa idéia que eles tiveram fazer estes casamentos românticos, não é mesmo?
Beijos.

Sonia, o Alain Delon envelheceu bem fisicamente. Que legal que você o viu de perto quando ele era jovem, realmente é um homem muito bonito.
Um grande beijo.

Marco, a economia mundial está se deslocando para os paises BRIC, logo os outros estão entrando em crise. Esta invasão dos produtos chineses no mundo todo acredito que vai se acalmar, pois eles não podem manter o preço da mão de obra tão baixo eternamente.
Quanto aos jardins "à la francesa" são verdadeiras esculturas vegetais, e na vertical deve ser ainda mais interessante.
Abração.

Lunna, como eu disse ao Marco, a economia do mundo está se deslocando para os BRIC, e a Europa está sentindo os efeitos. E como está unida com o euro, se um país afunda, acaba carregando os outros com ele, é um caso sério.
Um beijão.

 
On 12 de maio de 2010 04:16 , sonia a. mascaro disse...

Maria Augusta,
Muito obrigada pelo comentário tão carinhoso no Dia das Mães!
Beijos.

 
On 13 de maio de 2010 17:39 , Tertúlias... disse...

estou ENCANTADO!!!!!!!!!!!!!!!!!! (p.s. te disse que passei meu aniversário em Paris?)

 
On 13 de maio de 2010 20:13 , Allan Robert P. J. disse...

Quer dizer, eu tenho que ir até a China, visitar o pavilhão francês, casar de novo e concorrer a uma lua de mel em Paris?

1º) Quem disse que ela aceitaria casar novamente comigo?
2º) não é mais fácil ir diretamente a Paris? Sabe como é, a China é muito longe...

:)

 
On 15 de maio de 2010 22:36 , sonia a. mascaro disse...

Maria Augusta,
Obrigada pelas felicitações ao meu primeiro netinho Daniel!
Um beijo grande e bom final de semana para vocês.

 
On 16 de maio de 2010 15:10 , Wania disse...

Maria Augusta

Parece que eles conseguiram deixar a pílula bem douradinha... ninguém melhor para falar de charme que os franceses!


Lindo post, grata pela partilha!
Bisous

 
On 16 de maio de 2010 19:12 , Luma Rosa disse...

Um acontecimento bom em meio a tantos ruins! As treliças que revestem o pavilhão vistas do exterior já evocam um jardim, isto de cara foi super criativo! E poder se sentir na França estando na China, com as paisagens, cheiros, sabores, sons além de provar a comida francesa e assistir filmes clássicos franceses é dar oportunidade aos que não conhecem a França, apreciá-la em todos os sentidos!! Beijus,

 
On 16 de maio de 2010 19:20 , Carlos Zeuxis Paim disse...

MUITO BOM O TEU BLOG
ADOREI E ESTOU SEGUINDO-O AGORA.
ABRAÇÃO

P.S.:
GOSTARIA DE SABER SE FOR POSSIVEL COMO VC FAZ PARA COLOCAR UM VIDEO DO YOUTUBE DENTRO DE UMA MOLDURA.
SOU NOVO NO BLOG E AINDA NÃO APRENDI... BRIGADAUM POR QUALQUER AJUDA QUE PUDER ME FORNECER!
CARLOS

 
On 17 de maio de 2010 09:37 , Maria Augusta disse...

Sonia, ter um netinho deve ser uma sensação maravilhosa, parabéns!
Beijos.

Ricardo, você disse sim que passou teu aniversário em Paris, certamente deve ter sido uma comemoração e tanto, né?
Abraços.

Allan, se você levá-la a Paris para perguntar se ele quer se casar de novo com você, tenho certeza que ela vai aceitar rs.
Um abração.

Luma, eles capricharam para mostrar seus encantos na China, é um grande mercado. Sem dúvida conseguiram atingir o objetivo.
Beijos e obrigada pela visita.

Wania, no charme eles são invencíveis...e nas críticas também. Porisso às vezes tem que usar o charme para corrigir os efeitos das críticas rs.
Um grande beijo.

Carlos, obrigada por seguir este blog. Em relação a colocar uma moldura nos vídeos Youtube, nunca o fiz, mas se você se refere ao vídeo inserido nos diaporamas, isto é obtido automaticamente através da opção "Insert son/video" do slide.com, que uso para fazer os diaporamas (http://www.slide.com).
Abraços.